Agora é tarde e a Inês é morta!


Você sabe o porque desta frase? Nãoooo!
Eu também não sabia, mas como curiosa que sou, decidi buscar e publicar para vocês amigos, leitores e seguidores.
Acontece que D.Pedro, não o nosso primeiro, mas o avô dele, filho de AfonsoIV e da rainha Beatriz,nascida princesa de Castela.Ao chegar a idade de se casar, por tradição teria que escolher uma noiva com o consentimento real, e esta teria que ser nascida em Castela para que os laços reais não se rompessem.Tudo fora criteriosamente preparado, mas o que não contavam , era que no dia de conhecer sua noiva, ela estaria acompanhada de uma Aia chamada Inês, que balançou fortemente o coração de Pedro, fazendo-o querer cancelar seu casamento arranjado.É claro que naquela época isso não aconteceria, e dito e feito, seus pais ordenaram que Inês fosse enclausurada no convento de Santa Clara, e Pedro casou-se com Constança Manoel, melhor amiga e Lady que inês acompanhava.Deste casamento nasceram dois filhos, um que morreu com 1 ano de idade e outro que também não gozava de boa saúde.
Quem pensou que o caso de amor entre os dois acabou, se enganou, Pedro escrevia cartas de amor e promessas e as depositava em pequenos barcos de madeira em uma fonte que dava direto no pátio do convento.
Durante muitos anos o amor dos dois permaneceu em segredo, e Inês ao sair do convento em sua maioridade, teve ás escondidas com Pedro, quatro lindos e robustos filhos.
Quando o estado de saúde do segundo filho de Constança se agravou, Pedro decidiu assumir o romance com Inês, declarando guerra ao pai.Afinal, Pedro precisaria de um herdeiro forte no trono, e não um doente, mas a corte temerosa da revolta dos irmãos de Constança de Castela, era totalmente contra esta decisão.
Em um dia de caça de Pedro, D.Afonso IV, pai dele , reuniu 3 fidalgos que trabalhavam para ele e foi encontrar Inês, aonde hoje chamam de Quinta das lágrimas, e ordenou ou se fez sub-entender desta forma, que Inês fosse morta.
Logo em seguida constança morreu, causando uma enorme confusão no reino.
Quando Pedro voltou e soube de toda esta história ordenou que vestissem Inês como uma rainha e casou com ela morta.Obrigando aos fidalgos que beijassem sua mão e lhe fizessem reverencia( Não se sabe ao certo se é verdade ou lenda), quando anunciou que seu filho com Inês assumiria o trono, eis que surge a frase:Agora é tarde a Inês é morta! Mas , Pedro grita que casou-se com ela á frente de testemunhas e requere a legitimidade real dos filhos que teve com ela.
Quanto aos fidalgos que á mataram, Pedro não pode perdoar, mandou que fossem mortos e que seus corações fossem arranacados pelas costas, que foi a posição em que mataram Inês.
Alguns anos depois, Pedro mandou construir no Mosteiro de Alcobaça o túmulo de Inês, onde se juntou á ela em 1367,(vide imagem) e continua lá até hoje.

Triste história de amor.
É nessas horas que não sabemos se houve mesmo uma conspiração na morte da linda e doce lady Dayana , ex do príncipe,futuro rei e casado com a noiva cadáver Camilla Parker Bowles. Será que foi isso? Sei não hein? história meio esquisistranha...
Enfim, agora é tarde e Dayana é morta.

Beijaraços! E participem da promoção do livro da cúpula.
Share on Google Plus

5 comentários:

  1. puxa, a pesquisa feita daria um bom filme, já que o enredo é de primeira. qto a lady day, parece que as histórias de amor nas monarquias sempre se repetem.

    ResponderExcluir
  2. Muito legal essa sua pesquisa... Sucinta e esclarecedora! Desconhecia a origem dessa expressão! Obrigado por esclarecê-la! 0/

    Parabéns e Sucesso! 0/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a história. Já conhecia, mas não com essa riqueza de detalhes...valeu amiga, vc é 10!!
    Adorei tbm o blog. Está faltando aqui a sua foto tomando posse,lindissima!!...rsrsrs..
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. a história, que cresci ouvindo minha avó contar e, também contada pelos guias em Alcobaça ( PT), onde estão os restos mortais de Pedro e Inês, é que quando Pedro subiu ao trono, após a morte de seu pai, confessou que havia se casado em sigilo anos antes com Inês. Então, ele fez retirarem o esqueleto de Inês da sepultura, vestiu-a de rainha e fez toda a corte beijar sua mão. Quanto aos 3 assassinos, ele os perseguiu e mandou matar, sendo que o terceiro arrancou-lhe o coração pelas costas. Quem visita os túmulos em Alcobaça pode ver que há três estátuas de homens como base ao de Inês. É como se fosse o castigo para os assassinos, ter que carregar os restos mortais de Inês pela eternidade. Linda e triste história.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br