Quando paramos de brincar de bonecas e começamos á brincar de bonecos!


Bom amigas, olhando fatos e fotos da vida, cheguei a conclusão que fazemos da vida uma verdadeira brincadeira, um verdadeiro faz de conta.Não nos damos conta do momento que paramos de brincar de boneca e começamos a lidar com os homens como simples brinquedos que manipulamos como queremos de acordo com nosso dia, com nossos sentimentos e com nosso humor.
Um dia tratamos com carinho e cuidado, no outro deixamos de lado .
Quando adolescentes buscamos o aventureiro.
Cheio de sonhos, de coragem, lindo, barriga de tanquinho, nosso sonho de consumo, cabelos sedosos , bronzeados, cara de saúde, aí percebemos que gostam de rua, de não carregar celular, de não ter horários e que provavelmente não estarão ao nosso lado quando encararmos as provas de vestibular e os sonhos de fazer uma faculdade, então deixamo-os no baú ou tentamos mudá-los e partimos a procura de um homem forte, que olhe nossos problemas e não tema-os!Que fique ao nosso lado quando estamos em crises existenciais e se posspivel nos defenda de tudo...
Aí percebemos que ele é sério demais, e sentimos saudades do aventureiro que um dia com laços e facas, arrancou nosso coração e carregou na mochila.


Buscamos algo inalcansável além do tempo e do espaço, ninguém vai ser aventureiro o suficiente pra nos mostrar novidades maravilhosas todos os dias, nem será forte o bastante pra não fraquejar em momento algum, e na busca do homem perfeito, estamos nós lá, querendo não querer, pensando se estamos no caminho certo, e tentando esquecer que temos prazo de validade.Queremos o homem bom na terra , no ar, no mar e na cama... e quando não o achamos, nos sentimos infelizes e frustradas e com a impressão que só nós estamos nessa, e achando que nossas amigas têm muita sorte.



Então o que fazemos???? Paramos de escolher muito e casamos com o primeiro com boas intensões que aparece, achando que seremos como a Barbie, ter um casamento perfeito, um dia quem sabe um vestido de noiva lindo ( sonho de toda menina é a barbie noiva) e o marido aventureiro, forte , potente, e viril.



Crescemos, lindas e fortes, e nosso relógio biológico começa a ditar a hora de sermos mães, o que não acontece com os homens que são pais até com 80 anos de idade, nós sofremos os embargos do tempo e achamos que precisamos correr contra ele, ou que seremos infelizes e incompletas se não formos mães.




E o que acontece??? Somos mães, ficamos lindas, radiantes, maravilhosas, temos os filhos que são a melhor coisa do mundo e depois????? Começamos a nos colocar defeitos, vemos que nosso corpitcho já não é o mesmo, se estamos firmes, estamos gordas,se estamos magras, estamos flácidas...e nossa mente começa a viajar novamente querendo mais da vida, achando que o homem que está do nosso lado por uma falha ou outra é um verdadeiro monstro.


Aí chegamos no momento, não quero mais... não adianta, cansei, não quero mais, seus defeitos são demais pra mim, você não me leva pra lugar nenhum, sua família te explora e eu não, eu sou boa demais pra você, e você só vê o seu lado e aí????

Largamos o cara e buscamos novos caminhos.

No início, é o novo que atrai, não que o novo seja melhor que o ex...nada disso...tem defeitos diferentes, mas os tem.

E queremos o mistério de um homem que não conhecemos, algo sedutor incrivelmente sexy em nossa vida, que nos faz se sentir a mulher mais desejada do mundo, que nos acompanha com o olhar, que gosta do nosso cheiro, do nosso toque, que nos fala velhas mentiras com roupagem nova ao pé do ouvido e ali ficamos...Meses...Anos... E um dia como diria o lindo Jorge Versilo, "Hoje o herói aguenta o peso das contas do mês" e o que acontece??? Lá vem a nossa coinciencia novamente gritar em nossos ouvidos que estamos infelizes, não que somos, mas que estamos e começamos a ver o velho e lindo herói com todo o seu lado mau.





E começamos a achar que ele não é maduro o suficiente, aí entramos na fase Caça -Falcons, ou seja, queremos, um aventureiro, pegável, inteligente, sério e maduro, e começamos novamente o ciclo de colocar defeitos.



E uma hora paramos pra perceber que largamos as bonecas e fizemos de nossa vida uma via crucis em busca de um amor, que na verdade poderia ter sido o primeiro, que estava muito bom pra nossa cara, então amigas e leitoras, papo feminino de mulher moderna, não adianta buscar o herói de brinquedo por que ele não existe, colocaram isso na nossa cabeça, mas ele não existe, todos temos defeitos, alguns aceitáveis, alguns reparáveis e todos suscetíveis a mudança...
É melhor pegar seu Max Steel e corrigí-lo quando ele virar o Chucky ou o black spyder-man e descobrir que seu Max Steel com o tempo vai virar o Falcon e se não virar saiba escolher bem seu novo companheiro de aventuras ...não ...não aventuras de desenhos que um dia você coloriu em sua mente, mas desenhos de aventuras cotidianas, que a cada dia podem assumir novas formas e contornos, vide exemplo o batman antigo e o atual, o mesmo batman em versão turbinada.
E perceba que o tempo passa!Viva cada ano bem para que não tente esconder sua idade por não tê-los vivido, ou para que as amarguras de frustrações não façam com que tornem-se ainda mais pesados.

E não adianta tentar repará-los com excessos por que a casca muda, mas o cérebro ganha conteúdo e se pararmos para analisar somos bem melhores com o passar dos anos, somos mais interessantes, usamos batons de cores fortes sem medo de errar e conseguimos seduzir o mesmo homem todos os dias se quisermos.E antes que nos tornemos a barbie velha, que possamos ter usufruido de tudo de bom que uma relação á dois saudável pode nos dar...( Ou a três para quem tem algum fetiche! rsrsr)



Agora venhamos e convenhamos ...é melhor ser a barbie velha que se sentir a vida inteira mal amada e deixada para trás...Vide exemplo aí em baixo...



Bom amigas, hoje postei direto para a classe feminina, mas que os homens que venham a ler esta crônica, possam entender um pouco mais do que se passa em nossas mentes... Não são só vocês que sonham com as morenas e loiras do tchan, um dia a Gretchen também já foi a rainha do rebolado e hoje... Só jesus!

Beijaraços...Amanhã mando mais alguma coisa!

http://quemdissequesofazemosamor.blogspot.com/
Share on Google Plus

2 comentários:

  1. Querida o nosso problema é a fantasia ...fantasiamos nossos princípes...mas a realidade nunca é como o sonho...e no meio da caminhada percebemos q o lobo mal é bem mais interessante q o cavalheiro de armadura (ñ aquela "arma dura", pois essa é muito importante)!Pelo menos pra mulheres na minha idade, pois só o lobo mal come a vovózinha!..brincadeirinha!

    O problema é a nossa eterna insatisfação e essa maldita rotina q teima em assombrar as vidas dos casais casados.Por isso optei por ñ casar mais..ficarei só namorando até quando meu corpão(gordinho)aguentar...espero ter pique até os 100.
    E a vida da amiga é mais interessante,pq ñ moramos com ela...as coisas vistas por fora são mais interessantes , mas nem sempre a realidade é essa!
    Beijocas!
    Valéria Araújo

    ResponderExcluir
  2. Belo comentário amiga, eu tbm só na busca , se eu juntasse as caixas dos bonecos, teria que me mudar kkkkkkkkkkk bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br