POLÊMICA NO AR!!!!!

Preciso que comentem abaixo o que pensam sobre esta postagem... Preciso de opiniões com sentido, para que possa ter uma visão ampla da coisa.
SERIA A BÍBLIA UMA ANTOLOGIA?

Será que os livros da bíblia foram escritos por homens que criaram uma história? Se hoje você visse um pastor evangélico ministrar a cura em alguém você acharia que ele é um Salvador como Jesus Cristo? Ou será que jesus foi o primeiro a ousar curar e por isso foi crucificado?
E se eu te convidasse para escrever um polêmico livro sobre isso? Você toparia?
E se cada um de nós, reescrevesse um capítulo com nossa visão?
Pense e responda, seria polêmico?
Acredito que sim, mas , acredito que desmascararia muita coisa, pois na minha opinião igreja hoje seja católica, evangélica ou qual for... é uma instituição falida... Deus habita em nós mesmos, faça o bem e verás prosperidade em sua vida... ou isso também é uma lenda?
Comentem abaixo, não me deixem no vácuo!

Share on Google Plus

16 comentários:

  1. Claro, antologia não é nada mais que histórias de diversos assuntos reunidas em um livro. E a bíblia é uma antologia, pois trata de assuntos diversos, embora para um único bem.
    Não tenha dúvidas de que a bíblia foi escrita por homens, agora, se é apenas história, fábula ou mito, já é impossível explicar, e é aí que nasce a fé, que é a certeza daquilo que não podemos ver.
    Creio que, a diferença entre quem prega a palavra de Deus e Jesus, é que Jesus era santo e nós apenas buscamos a santidade. E para se ter um segundo e terceiro, tem de haver um primeiro, nesse caso, Jesus foi o primeiro, nada mais a discutir. Se não, nem estariamos aqui.
    Eu daria tudo para ter o mesmo dom que alguns escritores da biblia, pois é um livro de sabedoria muito coeso, e é fundamental para um escritor entender e tentar aprender em como se domina uma escrita perfeita e principalmente convincente.
    se a igreja fosse realmente uma instituição falida, o Mundo não teria cerca de 70% de cristãos, pois o cristianismo surgiu da biblia e as igrejas que espalharam isso. Lembrando que o Vaticano quase que domina metade do mundo.
    Eu escreveria um livro polêmico sobre isso, sempre foi meu sonho, só tenho curiosidade de saber se minhas palavras seriam suficientemente convincentes na mente das pessoas.
    Com certeza Deus habita em nós, mas se as pessoas não espalhassem do amor de Deus, usando instituições como a igreja e um livro como a bíblia, sequer falariamos de Deus e o mundo seria ciencia, e talvez a ciência mesmo não existisse. Tudo é consequencia.
    Se a bíblia fosse dispensável, porque somos escritores? Apenas pra mentir, ou nossas histórias falam um pouco de nossa verdade?
    creio que a segunda opção, nada é 100% mentira, assim como nada é 100% verdade. Há um equilibrio aí. Acho que não adianta ser bonzinho, se não um palhaço seria rico e meu oai também seria rico (eaioeoaieoai). Creio que é questão de principios.'
    Se as pessoas tem senso ou não para acreditar em certas coisas, inclusive em fábulas, aí depende de cada um. Queria ter esse poder, tenho até um pouco de inveja dos que escreveram a bíblia... acho que é o orgulho de um escritor.

    ResponderExcluir
  2. Muito bem explicado seu raciocínio... quem sabe não estaremos juntos na próxima Biblía?

    ResponderExcluir
  3. O ser humano, em sua fria, mísera e vazia existência, sempre teve dificuldade em aceitar que a única certeza que a vida nos traz é a morte. Em razão disso, criou a necessidade de 'inventar' um ser superior, que dizimasse todas as suas angústias e sofrimentos. Isso é de fato perceptível em várias culturas, como a graga, a nórdica e agípcia, citando breves exemplos, em que o caráter mitológico de suas crenças supriram seu vazio existencial. Pensando dessa forma, a bíblia seria apenas um registro de mitologias, o que pode se chamar de Mitologia Cristã, assim como os gregos escreveram a Ilíada e a Odisséia e os nórdicos o Eddas. A proximidade escatológica da Mitologia Cristã com essas duas é muito forte, basta apenas compará-las: o ser onipotente é Zeus, Odin e Deus, seu inimigo sempre habita o mundo de baixo e quente, como Hades, Loki e Lúcifer, sempre são espécies de "deuses" ou "anjos" caídos. Loki foi espulso do palácio de Odin, seu pai, e criou o mundo dos seres maléficos e cruéis. Com Lúcifer a mesma coisa acontece. E por aí se segue o raciocício.
    Dessa forma, a bíblia seria, então, uma simples antologia com os mitos da época que foi escrita, e teve o intuito de aplacar o medo do sofrimento que a civilização ocidental sempre possuiu. Um objetivo estentórico, mas preconceituoso contra os que não o seguem! De fato, o mundo precisa de uma bíblia com os valores daqueles que nunca precisaram de uma força maior para sobreviver, ou seja, os artistas!

    ResponderExcluir
  4. achei interessante o que o Adolph disse. Vale ressaltar que é tudo um segredo, que só descobriremos, ou não, depois da morte. Quando veremos, ou não, o que tem depois de lá. o resto é abstrato.

    ResponderExcluir
  5. Será que a igreja nos dá a culpa com uma mão, para nos vender o perdão com a outra?

    ResponderExcluir
  6. acho que não, quem nos dá a culpa não é a igreja, somos nós mesmos. Nem a igreja nos dá o perdão, quem vai pra igreja pra ser perdoado está errado e nem vai ser perdoado, pois ela só nos mostra o caminho do perdão, quem perdoa é Deus.

    ResponderExcluir
  7. Parte I

    Se olharmos como homens (no sentido amplo da palavra – humanidade-), diria que sim, é uma enorme antologia cheia de erros, coisas repedidas, sangue, homofobia, culpa, aventura, amor incondicional, entre outras coisas.
    Acho que todos os elementos que provavelmente um romance de sucesso tem a bíblia também tem o Good Book como dizem os Americanos. Talvez mesmo tentando enxergar com um olhar espiritual, “talvez” possamos enxergar a bíblia como as Crônicas de Deus contadas por homens inspirados por Deus ou seria por deus? É uma pergunta difícil de se responder, pois mesmo que seja um livro divino, não deixa de ter sido escrita por homens que, por Deus espero não tenham colocado nada pessoal naquelas linhas, nada para manipular o outro, muitos ateus questionam a moralidade de Deus por esse livro, se não me engano é Richard Dawkins quem diz que se mais pessoas lessem a bíblia de verdade, do começo ao fim, existiriam mais ateus no mundo. O problema dos livros sagrados é que quando você adota um como verdadeiro, o outro passa a ser falso e isso tem gerado derramamento de sangue por vários séculos.

    Se a bíblia foi escrita por homens, cara, eles barraram Forrest Gump em imaginação e, infelizmente só acreditaria num pastor, ou padre ou até mesmo em você Izabelle Valadares curando alguém se visse com meus próprios olhos, sei que Jesus falou que bem aventurado aquele que não ver, mas crer, dele será o reino dos céus, mas já se fez muita coisa errada usando o nome de Deus, e ele não veio reclamar, por isso é preciso ter fé cega e pé atrás.
    Acho que Jesus foi crucificado por política, ele vinha crescendo em popularidade e isso estava incomodando algumas pessoas (É a eterna luta por poder).

    Com relação a escrever um livro polêmico sobre a bíblia, é uma coisa perigosa, pois hoje, vejo que com o aumento de religiosidade cresce também a intolerância (a maioria sempre tende a oprimir a minoria). Li o anticristo (Nietzsche) e o Guardador de Rebanhos (Fernando Pessoa) confesso que esses livros me chocaram muito na época, mas são só livros, e hoje vejo que serviram para minha formação intelectual. Infelizmente algumas pessoas não pensam assim, que o diga Salman Bushdie autor de Versos Satânicos, escondido até hoje para não ser morto.

    ResponderExcluir
  8. Parte II

    As pessoas esquecem que se Deus tivesse medo de nossas blasfêmias, ou dúvidas, não seria um Deus merecedor de respeito, pois teria medo do homem, ou melhor, seria um homem. Confesso que pensaria uma, duas, três, setenta vezes sete de vezes para escrever um livro polêmico tendo como tema a bíblia, pois às vezes pessoas muito religiosas tendem a ser violentas quando discordamos de suas crenças. (acho interessante quando pedem para se respeitar a religião “A” ou “B”, porém não se pede para se respeitar os Ateus, tão discriminados e vistos como pessoas imorais.
    Concordo quando você diz que: Deus habita em nós mesmos. E respeito sua dúvida quando você diz: Faça o bem e verás prosperidade em sua vida... Ou isso também é uma lenda? Porque os religiosos esquecem de uma coisa “primordial” em qualquer religião, ou credo: “Ninguém pode obrigar uma pessoa a ser salva a ser livre”.
    Passei por um momento de preconceito, com um livro que estou escrevendo, quando fui apresentar trechos do mesmo a algumas pessoas, meu personagem é polemico numa parte ele diz: “Não, não sou ateu, mas às vezes gostaria muito de ser, acreditar em um Deus é uma tarefa muito pesada para pessoas com vidas tão curtas e cheias de controvérsias”. Em nenhum momento do livro o personagem se confessa ateu e sim uma pessoa com dúvidas, como qualquer outra pessoa corajosa para assumir suas dúvidas, essas palavras foram o estopim para querem começar uma nova inquisição e o pior eu seria servido numa fogueira santa, por isso tema religiosos devem ser pensados e bem elaborados para serem escritor. Não, não sou um covarde, mas quando não quer se castrar sua inspiração deve-se estar preparado para as conseqüências que virão.
    Talvez não tenha respondido de forma que você queria Izabelle, mas acho que esse tema é tão grande e grandioso que, devemos tentar expor nossa visão limitada de humanos da forma mais lógica possível, apesar da fé ser ilógica.
    Parabéns pela coragem de expor esse tema, tão polêmico.
    Antes que alguém me crucifique gostaria de recomendar o livro Carta a uma Nação Cristã do autor Sam Harris (um livro primoroso e sutil), ou ler deus não é grande de Christopher Hitchens (um livro revelador e corajoso sobre as religiões) e assistir ao filme o livro de Eli (mostra o quanto a religião é poder) e aos vídeos Fitas do Ateísmo (uma visão seria e filosófica desse ser tão enigmático que é Deus)
    Meu professor de filosofia me disse uma coisa interessante uma vez, ele disse que a igreja criou a arma mais letal do mundo, ou uma das, ela criou a confissão, confessar seus pecados a um sacerdote é um ato de total dominação, pois esse sacerdote vai ditar qual seu grau de culpa e se você será perdoado ou não por Deus.
    Confesso não acreditar na bíblia 100%, mas já tive minha experiência com Deus e continua tendo. E apesar de não acreditar 100% na bíblia sempre me emociono quando no novo testamento Jesus diz: Homens de pouca fé, e mesmo assim não desiste deles, não desiste de nós.

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua opinião e acredito em coisas bem parecidas, mas meu único medo de pegar uma dúzia de escritores e escrever um livro polêmico desses é de ser queimada em praça pública por algum doido.
    Mas confesso que ouvindo opiniões sensatas e inteligentes como a sua e a de outros colegas escritores, fico tentada com esta antologia.

    ResponderExcluir
  10. A Bíblia foi inteligentemente escrita de tal forma que diz muito mais do que se lê.
    Quando da sua escrita houve sem dúvida um pensamento: será que vai ser um livro proibido para menores de idade?
    Como vamos abordar assuntos sobre sexo, tabu naqueles tempos!?
    Decidiu-se pela escrita, nas entrelinhas, ou por parábolas de forma que um adulto possa entender, mas criança não.
    Sendo assim, ficou mercê de vários tipos de interpretação, de acordo com o conhecimento e inteligência de cada leitor.
    Minha interpretação é outra, veja:

    Exemplo:
    Na explicação sobre Adão e Eva, é claro que o assunto é sexo, e a palavra foi trocada por maçã.
    Cobra não fala, não tem cordas vocais, ou pregas vocais, também não ouve.
    Só mesmo criança para interpretar como está lá.
    É claro que a cobra é apenas uma representação do pensamento que Eva estava cobrando de Eva uma posição, da mesma forma de quando uma moça vai se masturbar pela primeira vez, fica nessa dúvida, será que vou cometer pecado?
    Será que posso fazer isso?
    Será que vou me arrepender?
    Ao final não resiste a tentação.
    E em muitos casos há o arrependimento e já pensa em castigo de Deus, imagina que fez coisa errada.
    Isso é apenas um pequeno exemplo sobre como eu penso sobre a Bíblia.
    Abraços.
    Sol.

    ResponderExcluir
  11. Querida, não tema a caças as bruxas já é passado, o Maximo que vai acontecer é o que aconteceu com vários livros que já foram escritos, falatório e mais nada, pois os livros continuam fazendo muito sucesso. Eu como espiritualista que sou, vejo muita coisa errada na igreja e até estudo muito sobre isso, pois têm muitas perguntas que a igreja não sabe responder ou não querem responder, dizer a verdadeira historia do cristianismo, pq eles sabem muito bem que o dia que a verdadeira história de Jesus vier à tona a igreja se quebra.
    Por que vc acha que a igreja só fala da vida de Jesus no nascimento e na morte? Vc não acha que nesse meio tempo Nosso mestre fez muita coisa que para igreja seria uma catástrofe geral se a humanidade ficar sabendo. Para mim a bíblia foi escrita e reescrita varias vezes para burlar a verdadeira historia do cristianismo. Isso tudo foi feito para manter a sociedade ate hoje sobre o poder e sobre as regras da igreja. Pois aquele que não crê no que a igreja diz vai para o inferno só para ser mais pratica, então neste caso eu vou correndo rsrs, mais isso para mim nem seria novidade, pois já fui contra a igreja em outras vidas e fui muitas vezes para a fogueira,levada a morte nas minhas lembranças de vidas passadas, que tive até que fazer regressão para poder entender muita coisa que passo hoje. Minha sorte que agora o maximo que pode acontecer e não me deixarem entrar numa igreja, mais como não preciso de templos de pedra para me conectar ao ser superior, nem me preocupo com que vão dizer.

    Se resolver fazer esta antologia conta comigo, vou adorar por meus pensamentos em praticas... Afinal tenho certeza que Jesus não vai nos condenar em falar o que pensamos. Pq afinal na época em que ele esteve na terra ele não tinha luxo e pregava palavras de amor aos necessitados com pés no chão. Eu acredito neste Jesus simples e humilde, que amou ódio, foi humano como eu e vc não acredito no Jesus que a igreja prega até hoje, que nada mais é uma tentativa de continuar mantendo nossos olhos vendados para a verdade.

    Com este seu poste me fez lembrar um fato que ocorreu qdo fiz a primeira comunhão rsrs, quase matei o padre na época do coração rsrsrs, qdo falei para ele que não acreditava que Maria era virgem qdo engravidou de Jesus, eu só tinha 9 anos de idade, para vc ver já deste criança já dava trabalho aos pobres coitados dos padres que dava aula de catequese para mim rsrs

    Sinceramente iria adorar escrever sobre o assunto, afinal quem é foi bruxa nunca deixa de ser... Bruxa boa claro, pois tenho o divino espírito santo dentro de mim. Vc me deu uma ideia vou escrever algo sobre o assunto e postar no meu blog

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu não vejo como antologia, mesmo porque,a Biblia foi escrita por varios homens, porém com uma unica direção, ou seja vindo de um ser Suplemo. Então pode se dizer que não é uma antologia, pois acredito que os homens que a escreveram eram apenas ferramentas de Deus para contar a história da humanidade e provar que existe um ser maior.

    PS: antes de Jesus João Batista ja curavam os doemntes em seus batismo.

    ResponderExcluir
  13. Na realidade o conceito de Deus, como expliquei acima, foi "inventado" pelo ser humano, o que torna a bíblia impossível de ser direcionada por ele. E, em segundo lugar,a questão que fé cura é verdade, mas não tem nada a ver com deus ou algum ser supremo. É um força cerebral, que tem o poder de cura.

    ResponderExcluir
  14. Jesus foi provavelmente um Che Guevara da vida, fizeram uma mega imagem em torno dele que conseguiu atravessar os séculos. Deve ter sido um homem qualquer que ajudava ao próximo sem querer fama (ou não) e por fim o transformaram num ídolo, utilizado para justificar crimes e abusos, como feito pela Igreja Católica e pelas demais 'igrejas' que surgiram desde então. Como disse Adolph, não são os milagres que curam as pessoas, e sim a sua capacidade ou força de acreditarem em algo, não necessariamente em uma força SUPREMA. Sugiro leituras de artigos históricos e científicos a respeito deste assunto, ciências humanas e exatas tem muito a nos ensinar. Apelar para o inexplicável e para o mito é desrespeitar a inteligência humana.

    ResponderExcluir
  15. Acredito que a Bíblia seja uma Antologia, e que tem muitos valores contidos em seus livros. Mas, acredito também que não devamos tomá-la como livro santo e que tenha vindo das mãos de Deus. Seus ensinamentos foram colocados para cada povo em suas respectivas épocas. E qual o ensinamento para os tempos atuais? Que Deus ama a todos independente de qual religião professa ou qual seita participa. Cristo disse: Amai o próximo como a si mesmo e Deus sobre todas as coisa! Fico me perguntando sobre as curas: Jesus sempre dizia: "tua fé te curou!" e não:"Eu te curei!". é interessante isso porque muitos acreditam (cegamente!)que a fé é quem salva. Mas se "amamos" apenas aqueles da mesma religião ou seita onde fica a fé? Os evangélicos detestam os espíritas, os católicos e ubandistas e etc, etc. onde está o preceito de Jesus "Amai o próximo como a si mesmo?" Gostariua de ver uma bíblia moderna com ensinamentos para este mundo, onde o dinheiro está na frente de tudo, a ganãncia e a falta de respeito andam lado a lado. Devemos nos preocupar apenas com nossa prórpia vida? É evidente que não. Qual valor terá a minha caridade para os sofridos das enchentes do Nordeste se o meu vizinho está faminto e não lhe dou nem um bom-dia? Amar ao próximo, sugestão de primeiro versículo da Bíblia do Século XXI.

    ResponderExcluir
  16. Olá.Sim a Biblia pode ser definida como uma Antologia.
    Justificativa: " Do ponto de vista literário,o Antigo Testamento( a Biblia) constitui uma Antologia de livros diferentes.Não é apenas, um livro unificado em seus autores,data de composição ou estilo literário.Em geral ,os livros do Antigo Testamento são classificados como narrativas,obras poéticas,escritos proféticos,códigos legais ou apocalipse. (Assemb/Antonio Cruz)".
    "A Biblia é um livro muito antigo, é o registro de várias pessoas,em diversos lugares,em contextos diversos...A comunidade cientifica tem definido a Biblia como um importante documento histórico.Para o cristãos a Biblia é a palavra de Deus, um livro sagrado,escrito sob inspiração.( wikipédia)"
    Achei muito bacana , provocativa e inteligente a sua pergunta.
    Cirlene F.Doretto

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br