O ingrato tempo biblico 2


Olá amigos e leitores,ás vezes nos perguntamos, por que Noé viveu 400 anos , Adão quase isso, Matuzalem quase mil e nós, que hoje temos domínio da medicina, da ciência e da tecnologia vivemos tão pouco?

Simples amores,naquela época não existia calendário, os anos passaram a ser contados da forma atual,depois do nascimento de Jesus Cristo,antes desse fato histórico, os anos eram contados por estações climáticas, ou seja, a cada ano contavam 4, por isso o termo, mais uma primavera, quando fazemos aniversário, então levando se em consideração, que se viesse uma frente fria brusca e eles pensassem que o inverno veio de novo, era mais um inverno a ser contado,com os erros, acertos, falhas nossas e etc... Vamos chegar a conclusão que estes homens viveram até menos que as gerações de hoje, ou você acreditava mesmo que noé fez a arca com 300 anos e seu avô não aguenta jogar bola com 75?
Este na foto é o inglês Henry Alligham, considerado por muito tempo o homem mais velho do mundo, morreu no lar de idosos em que ele morava, em Brighton, no sul da Inglaterra.Tinha 113 aninhos na época e atribuia sua longevidade a cigarro, sexo, mulheres e falta de exercício (Jorge Amado, amaria o cara), enfim se observarmos seu estado aos 113 anos, podemos imaginar matuzalém aos mil? Certamente teria até vergonha de tirar fotos!


Vivendo, lendo e aprendendo!
beijaraços... Fui, entrem na antologia de Frankfurt, vai ficar maraaaaaaaaa!

5 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Pontes dos sonhos!

1 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Ufos-Contos não identificados


Amigos e leitores estarei lançando no dia 24/07 na saraiva Drugstore em São Paulo,juntamente com outros escritores a antologia UFOS- Contos não identificados.
Conto com todos, além do lançamento teremos palestras sobre o assunto.
Meu conto O mistério de Amaruc, é um dos selecionados.Inté .

9 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Lançamento do livro A viagem mágica




À Associação Fluminense de Belas Artes convida para o IX Salão de Artes em Homenagem ao Artista Antônio Parreiras, na Câmara Municipal de Niterói - Av. Ernani do Amaral Peixoto 625 - Centro - Niterói - RJ abertura dia 25 de maio e término dia 2 de junho com coquetel e premiações aos melhores trabalhos expostos dos artistas participantes, às 18h, na ocasião a escritora Isabelle Valladares receberá uma honraria da AFBA a Medalha de Mérito Cultural Belas Artes pelo seu trabalho e desempenho como escritora no cenário Cultural do nosso estado, a escritora estará lançando o seu livro:
A viagem mágica de Bia e Dora.

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Baiano vira ou não vira mulher?



Você sabe por que dizem que os baianos viram mulher depois do meio dia?
Não??? Eu também nem imaginava o motivo desta piadinha, mas descobri e vou matar a curiosidade de todos.
Em 1823 começou uma guerra na Bahia, e durante um ano e cinco meses portugueses e baianos lutaram pelo controle da Bahia.
A guerra como sempre, tinha a intenção de domínio e quebra de resistência do povo baiano, que foi acordado subitamente com tiros de canhões, anunciando uma guerra inesperada.
A população se uniu e resolveu resistir, mas o contingente português era muito grande e qual foi a solução?
Enquanto os homens descansavam no horário do almoço, para se recompor, o que sempre foi uma mania do povo baiano, colocavam suas valentes mulheres no front, os portugueses olhavam de longe e não entendiam nada... Como os homens viravam mulheres ao meio dia?
Está aí mais uma curiosidade engraçada do nosso povo.
Daqui há uns dias vou colocar o motivo da lenda que duvida da masculinidade dos gaúchos de Pelotas.

Ainda bem que isso é só uma piadinha com fundo de verdade, pois temos Baianos lindos, másculos que enchem nossos olhos e povoam nossa imaginação, com seu gingado e simpatia... Amém!
Beijaraços e até mais!

1 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Reflexos de mutação.




Há cada dia que passa vejo o quanto eu mudo!
Coisas que me parecem tão concretas , de um hora para outra perdem o sentido e o valor em minha vida.
Muitas coisas que começo não termino, muitas coisas que planejo deixo de lado,antes que os planos comecem a serem postos em prática.Dietas que não passam de três dias, relacionamentos que seriam eternos e duram apenas duas semanas,telefonemas que deveriam ter sido dados e não foram, palavras que deveriam mas não foram ditas.
Muitas vezes me olho no espelho tentando de verdade me enxergar,rio pra mim mesma, olho nos meus olhos muitas das vezes com aspecto de cansaço e tento descobrir se sou eu ou sou outra pessoa que tomou o meu lugar.
Lembro-me dos sonhos que deixaram de existir e da dura realidade de alguns erros ou passos mal dados que diariamente acordam comigo ,e que no final do dia, ao me olhar no mesmo espelho me fazem me enxergar de outra forma, completamente diferente da manhã.
Um dia acordo mãe... e vou dormir mulher.
Um dia acordo guerreira..e vou dormir fraca, querendo um colo.
Um dia acordo santa...e vou dormir feiticeira.
Um dia acordo feia e vou dormir a mais bela das mulheres.
A vida é assim, acho que com todas as mulheres, nossos hormônios entram em ebulição surpreendentemente o dia todo,seja na hora da raiva,seja na hora do prazer,seja na hora da caridade que muitas das vezes nos leva ás lágrimas.
E percebemos o quanto á maquina que nos rege, o nosso corpo, é complexa!
Nossa alma é grande demais em uma hora, e na outra parece sumir na madrugada de solidão.
Nosso riso parece explodir na lembrança de coisas que parecem que só nós vivemos.
A cada dia mudo, fisicamente e emocionalmente.
As barreiras da vida me tornaram fortes.
As desilusões me tornaram dura.
As paixões me tornaram uma boa amante.
As mágoas...ah as mágoas... essas fizeram questão de me tornar esquecida!
Para que remoê-las? Para que lembrá-las? Essas deixo que se percam nas linhas de minhas mãos, há tanto já traçadas e que sabe Deus ou o destino aonde querem me levar!
Se sou casulo de amores, metamorfose de alma, ou se sou vôo de borboleta eu não sei.
Sei que hoje sou uma, e amanhã sabe lá o que serei?
Também não quero saber, quero continuar uma incógnita.Quero só viver!
Por que amada certamente eu serei, mudando ou ficando á mesma, sorrindo ou chorando.
Simplesmente assumindo minha mutação diária.

2 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Leis loucas sobre sexo!


Amigos parece incrível mais é verdade, vou citar algumas leis bizarrérrimas sobre o assunto que mais ínsita a curiosidade entre nós , homens e mulheres pensantes: O SEXO.
Bom , vamos por etapas, no Líbano, os homens podem legalmente ter relações sexuais com animais, mas tem que ser fêmeas. Relações sexuais com machos é punível com a morte.
No Bahrain, um médico pode legalmente examinar a genitália feminina, mas para ele, é proibido olhar diretamente para ela durante o exame. Pode apenas olhar através de um espelho, imagina a dificuldade para se fazer um preventivo, é quase uma questão de equilíbrio RS,
Os muçulmanos não podem olhar os genitais de um cadáver. Isto também se aplica aos funcionários da funerária. Os órgãos sexuais do defunto devem estar sempre cobertos por um tijolo ou por um pedaço de madeira, desta eu já sabia, no filme que Denzel Washinton é um agente investigando um atentado Árabe, eles entram em meio á uma autopsia e os guardas quase matam eles só por verem os terroristas nus.
A penalidade para a masturbação na Indonésia é a decapitação.
Há homens em Guam cujo emprego em tempo integral é viajar pelo país tirando virgindades, as quais (elas) pagam pelo privilégio de ter sexo pela primeira vez.
Razão: pelas leis de Guam, é proibido a virgens casarem, pode isso ?
Em Hong Kong, uma mulher traída pode legalmente matar seu marido adúltero mas deve fazê-lo apenas com suas mãos. Em contrapartida, a amante pode ser morta de qualquer outra maneira, resumindo, o cara FDP , vai dar mais trabalho que a pir... rsrsrs!
Em Cali, na Colômbia, uma mulher só pode ter relações com seu marido, e a primeira vez que isso ocorre, a sua mãe deve estar no quarto para testemunhar o ato, que vergonha, já pensou?
Bom amigos, mais algumas coisas sinistras deste mundo em que vivemos, fiquem ligados em breve mais coisas esquisistranhas!
Beijaraços, muito trabalho !

6 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Apoio de blogs!


Amigos blogueiros, quem puder dar uma força divulgando o livro teen em seus blogs eu agradeço. A Bruna Já registrou suas dúvidas e deixou seu comentário.

Agradecemos a força! E quem puder faz uma visitinha e dá uma força no blog dela também...Beijaraços em todos!

1 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Quer publicar seu conto?


Se você sempre sonhou em ter um conto publicado, está no lugar certo!

Antologia “Deixa eu te contar?”

Um livro com 30 contos escritos com a participação especial de dois escritores convidados.

Para participar é só conferir o regulamento abaixo e enviar o seu conto.

Regulamento
1) DA PARTICIPAÇÃO
1.1. A antologia “Deixa eu te contar?” é promovida pelos blogs Escritoras Teens e Garotas Teens Antenadas, representados legalmente neste ato, pela Escritora e Acadêmica Izabelle Valladares,
1.2. Poderão participar da antologia todas as pessoas físicas , residentes legais no Brasil, bem como brasileiros residentes no exterior. Também poderão participar da Antologia escritores de outras nacionalidades, desde que a língua mantida seja a língua portuguesa.
1.3. Das características da antologia: A Antologia “Deixa eu te contar?” receberá única e exclusivamente contos cujo tema seja infanto-juvenil, direcionado ao primeiro leitor crítico (10 á 18 anos) sendo que a criatividade e imaginação do escritor darão o toque e estilo ao trabalho.
1.4. Poderão participar da antologia autores com menos de vinte e um anos, mediante autorização por escrito de um responsável legal, acompanhada de fotocópia do original de documento de identidade do mesmo para conferência e registro de inscrição.
1.5. A participação se dará no sistema de cotas, sendo que cada autor deverá proceder ao pagamento de R$130,00, cinqüenta por cento no ato da assinatura do contrato e o restante no momento da prova final do livro em PDF.
Os escritores também terão direito á 8 % das vendas do livro, que será vendido pelo site e no dia do lançamento.
O lançamento será no estado do Rio de Janeiro, ou em caso de maioria do estado de São Paulo, em SP capital.
1.6. Serão selecionados, ao todo, trinta participantes, que receberão um total de dez exemplares da Antologia sendo que um exemplar será a título de direitos autorais para essa primeira edição. Especificação do Produto:
Título; “Deixa eu te contar?”
Formato: 140 X 207 mm (fechado)
Componentes:
Capa: 140 x 207 mm Laminado Brilhante Frente, orelhas.
1.7. A presente antologia será confeccionada pela EDITORA Literata e tem como finalidade estimular a produção de contos, formação e divulgação de novos autores.

2)DA ACEITAÇÃO DOS CONTOS
2.1. Serão aceitos apenas contos inéditos em língua portuguesa, de temática pertinente a antologia, com limite de cinco mil caracteres com espaços, em formato A4, espaços de 1,5 entre linhas, fontes times ou arial tamanho 14, acompanhados dos dados de
inscrição que constam no parágrafo 5.5 desse regulamento.
2.2. Não serão aceitos fanfics nem contos que pertençam ao universo de personagens já existentes criados por outro autor.
2.3. Os contos devidamente formatados (arquivo doc) deverão ser anexados e enviados a/c de Izabelle valladares para o email antologia@izabellevalladares.com.br e de Nathalia Souza do escritorasteens@hotmail.com, e no corpo da mensagem, o autor deverá fornecer as informações exigidas por este regulameto (dados de inscrição e demais documentos de autorização, etc), para que se efetue a inscrição.
2.4. Os contos inscritos deverão contemplar, obrigatoriamente, os seguintes elementos:
(a) narrativa em primeira pessoa ou terceira pessoa;
(b) temática da antologia (infanto juvenil), sendo que o tratamento dado ao tema será de exclusividade de cada autor.
(c) não ultrapassar o limite de 5000 caracteres sem espaços.
2.5. Caso o autor deseje que seu conto tenha mais do que o espaço reservado de 5000 caracteres ele terá a opção de adquirir o valor de duas cotas, assim podendo ampliar seu espaço na antologia. Os procedimentos são os mesmo citados no item 1.5 desse regulamento, caso haja espaço na antologia liberaremos alguns autores que excedam sem custo extra.

3) NÃO SERÃO ACEITOS CONTOS QUE:
(a) possam causar danos a terceiros, seja através de difamação, injúria ou calúnia, danos
materiais e/ou danos morais;
(b) ofendam a liberdade de crença e as religiões;
(c) contenham dados ou informações racistas ou discriminatórias;
(d) tenham a intenção de divulgar produtos ou serviços alheios aos objetivos da
antologia ou que tenham qualquer finalidade comercial;
(e) façam propaganda eleitoral ou divulguem opinião favorável ou contrária a partidos
ou candidatos;
(f) tenham sido produzidos por terceiros;
(g) que não venham formatados nas normas estabelecidas por esse regulamento e
descritas no item 2.1.

4) DOS CONTOS INSCRITOS
4.1. Os contos inscritos serão analisados e selecionados mediante avaliação do profissional nomeado pela organização da Antologia, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis. A avaliação se dará com base nos seguintes critérios:
(a) criatividade e originalidade do enredo;
(b) adequação do enredo ao universo ficcional do livro;
(c) impacto do conto e qualidade dos recursos narrativos utilizados.
4.2. Ao se inscrever na Antologia o autor autoriza automaticamente a veiculação de seu conto, sem ônus para a Editora nos meios de comunicação existente ou que possam existir com a intenção de divulgar a antologia.

5) SOBRE AS INSCRIÇÕES:
5.1. As inscrições para a Antologia “Deixa eu te contar?” serão abertas às 24h00min do dia 01 de maio de 2010 e encerradas em 31 de maio de 2010, podendo ser encerradas antes, caso o número de contos recebidos e avaliados sejam aprovados antes da data, no formato e padrão já descritos, sendo que a partir desse momento o prazo para publicação é de 90 dias. As inscrições só poderão ser feitas pelos e-mails acima citados.
5.2. Um determinado conto poderá ter mais de um autor, num número limite de dois. Um determinado autor poderá participar da antologia com mais de um conto, desde que observado o parágrafo 1.5 e 2.5 desse regulamento.
5.3. As inscrições são gratuitas.
5.4. Para participar os candidatos deverão, além de enviar um ou mais contos de acordo com as regras estabelecidas neste regulamento, fornecer as informações a seguir:
(a) nome completo do autor do conto e de seu responsável legal(se for menor de idade);
(b) data de nascimento;
(c) número do documento de identidade pessoal e do responsável legal(se for menor de
idade);
(d) endereço físico e eletrônico, completo e legível;
(e) telefone fixo e celular;
(f) informação de onde e como ficou sabendo da antologia;
(g) autorização por escrito assinada pelo responsável (se for menor de idade) e fotocópia legível do documento de identidade do mesmo (cópia escaneada e enviada junto com o e-mail);
(h) mini biografia de no máximo três linhas para cada autor. No caso de contos com dois autores o espaço deverá ser dividido entre ambos.
Uma foto em preto e branco.
(i) frete de entrega dos livros será por conta do autor.
5.5. Só serão aceitas inscrições através dos procedimentos previstos neste regulamento. Os dados fornecidos pelos participantes, no momento das inscrições, deverão estar corretos, claros e precisos. É de total responsabilidade dos participantes a veracidade dos dados fornecidos à organização da Antologia “Para brincar de ler”
5.6. Em caso de fraude comprovada, o conto será excluído automaticamente da antologia.
5.7. Os participantes concordam em autorizar, pelo tempo que durar a antologia com a editora, que a organização faça uso do seu conto, suas imagens, som da voz e nomes em mídias impressas ou eletrônicas para divulgação da Antologia, sem nenhum ônus para os organizadores, e para benefício da maior visibilidade da obra e seu alcance junto ao leitor.

6) OUTRAS INFORMAÇÕES
6.1. Dúvidas relacionadas a esta antologia e seu regulamento poderão ser enviados para o e-mail antologia@izabellevalladares.com.br
6.2. Todas as dúvidas e casos omissos neste regulamento serão analisados por uma comissão composta pela equipe organizadora e sua decisão será irrecorrível.
6.3. Para todos os efeitos legais, os participantes do presente Antologia, declaram ser os legítimos autores dos contos inscritos e garantem o ineditismo dos mesmos, isentando a Literata de qualquer reclamação ou demanda que porventura venha a ser apresentada em juízo ou fora dele.
6.4.A literara reserva-se o direito de alterar qualquer item desta Antologia, bem como interrompê-la, se necessário for, fazendo a comunicação expressa para os participantes.
6.5. A participação nesta Antologia implica na aceitação total e irrestrita de todos os itens deste regulamento.

Mais informações no site da editora:http://www.editoraliterata.com.br

3 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Tirem os sonhos das gavetas!


Como é bom sonhar, idealizar coisas lindas e maravilhosas para nossas vidas.Mas porque temos a incrível capacidade de descartar sonhos, ou mantê-los na gaveta dos sonhos.
Sonhos são mais concretos que pensamos... São deles que lembramos quando estamos velhos e não os realizamos, são deles que lembramos quando as frustrações batem em nossa porta.
Sonhar é bom, mas concretizar é muito melhor.
E do que adianta uma gaveta cheinha de sonhos?
De nada. Podemos até passar um terço de nossa vida dormindo, mas não o passamos sonhando.
Está na hora de esvaziar a gaveta dos sonhos, e colocá-los em cima da mesa, com um lembrete bem grande:
O que foi sonho ontem hoje irá virar realidade!
E assim dar espaço na gaveta da vida para que novos sonhos entrem ali por um tempinho, sonhos que se renovam não juntam traça!

5 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br