Hoje "Sarau poético" na Art Mosaico

Imperdível, hoje tem sarau poético na galeria Art-Mosaico no Pier 71 em Cabo frio, atrás sa prefeitura, organização izabelle Valladares, apoio Artpop - academia de artes de Cabo Frio.

3 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Você é um analfabeto político?

Caros leitores, sei que muitos falam que odeiam política e que não se integram na política do nosso país.
Infelizmente, as pessoas que odeiam a política são as que mais influênciam na derrota administrativa do país.
O analfabetismo político é um "ranso" que temos do período colonial brasileiro, em que nossas opiniões não valiam de nada, então a maioria dos nossos antepassados, não se interessavam por política e foi indo, foi indo, foi indo, até chegar ao que somos hoje, 70 % da população sabe somente o nome do presidente e do prefeito e nem imagina quem sejam os outros governantes.
É claro, que não acho que ninguém deva devorar a política ou tentar somente decorar nomes de deputados e senadores, mas,uma vez que simpatize pelo político, que possa investigar seus prós e seus contras e não simnplesmente fingir que não tem nada haver com isso...
Não pense que são os políticos que desestruturam nosso país,é o povo que faz isso, e os analfabetos politicos ou simplesmente os que ignoram a política são os principais responsáveis, afinal é seu voto que decide, e se você colocar no poder pessoas que simplesmente entram para roubar, ou para enganar o povo, as verbas desviadas, colocam as mães na prostituição, colocam os pais no tráficos, colocam os meninos nas ruas e sinais, colocam os idosos na fila de um INSS falido e de um hospital sem nenhuma condição de estar sequer aberto e funcionando, então queridos amigos e leitores, que possamos estar ligados em nosso voto, e não votar simplesmente porque o seu candidato ou candidata é lindo, ou é amigo de cicrano ou deu meia duzia de tijolos para beltrano, vote consciente e diga eu entendo pelo menos um pouco de política, por que só assim nossos filhos ou netos viveram em um Brasil livre de verdade, livre do analfabetismo social, político, cultural e econômico...
vamos que vamos ! inté!

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

O cavalheiro dos sonhos chega na Barra da tijuca.

Ceiça Esch , Editora All Print e a Livraria Nobel-Downtown-Barra da Tijuca,
convidam para o lançamento do livro, CAVALEIRO DOS SONHOS.
Haverá contadores de histórias, personagens do mundo da Literatura infantil e outras surpresas.
Sua presença é muito importante!


Imperdível este lançamento, estarei lá com certeza!

2 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Festa Portuguesa de Cabo Frio divulga programação

Festa Portuguesa de Cabo Frio divulga programação

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail
A Festa Portuguesa entra em sua sexta edição unindo as culturas brasileira e portuguesa em Cabo Frio, sétimo município mais antigo do Brasil e com fortes indícios da arquitetura portuguesa e da tradição das famílias lusitanas. O evento, que acontece de 8 a 17 de outubro, vai reunir música, dança, obras de arte, artesanato, festival gastronômico e um festival literário com grandes nomes da literatura em um debate sobre história, cultura e língua portuguesa, tudo isso nos cenários paradisíacos do Boulevard Canal, Praia do Forte e toda região central do município.
Para integrar Brasil e Portugal em uma grande festa, flâmulas serão espalhadas pelas ruas e em monumentos históricos. O longo período de realização da festa – dez dias – vai propiciar a moradores e turistas uma programação diversificada que leva desde a viagem pela música popular brasileira e música portuguesa, até as delícias do além mar. Melhor representação disso é o festival gastronômico nos cerca de 20 restaurantes participantes e pratos elaborados com o melhor da cozinha portuguesa. Escolhidos por cada estabelecimento, devidamente identificados com banners alusivos ao evento, os pratos ganharam a consultoria especial do jornalista e organizador do festival de gastronomia de Búzios, Gil Castelo Branco.
Mas a famosa culinária portuguesa continua forte em todo o evento. Bolinhos de bacalhau, caldos e muito vinho podem ser encontrados na Vila Portuguesa, montada ao longo da Orla Scliar, e nos barcos-adega, atracados no Canal do Itajuru. A vila, decorada com azulejos e adornos típicos de Portugal, também oferecerá ao visitante artesanato e lembrancinhas alusivas ao evento.
O palco principal da festa, montado no Boulevard, vai receber atrações diversas entre elas Michael Sullivan, Alex Cohen, Milton Guedes, Zé da Velha e Silvério Pontes e o grupo Sururu na Roda, um dos destaques da nova geração do samba de roda, responsável pela valorização da Lapa e da boemia carioca, além de outros representantes da MPB. Representando a música lusitana estão o cantor Mário Simões e a fadista Hélia Costa, além de grupos de Tocata e bandas e grupos típicos.
Quando o assunto é o festival literário – que terá como tema “Memória e Identidade”-, a festa ganha o peso de grandes nomes da literatura nacional e internacional. Para abrir o evento, dia 8, Cabo Frio recebe Laurentino Gomes, autor do best-seller “1808” e do recém-lançado “1822”, livros que narram a história da corte portuguesa no Brasil. Outra atração é o jornalista e integrante da Academia Brasileira de Letras (ABL) Carlos Heitor Cony. Colunista da Folha de S. Paulo, comentarista da rádio CBN e da Band News, Cony recebeu prêmios como Jabuti (em 1996, 1998 e 2000), Livro do Ano (em 1996 e 1998 e 2000), Prêmio Nacional Nestlé (em 1997) e Prêmio Machado de Assis, da ABL, pelo conjunto de obra, em 1996.  Formam ainda o grupo de palestrantes Nei Lopes, compositor de música popular, escritor e pesquisador sistemático das culturas africanas que terá como tema de sua palestra a “Língua Portuguesa na África”  e Sérgio Nogueira (UFRGS), consultor de português do jornalismo da TV Globo.

A Festa Portuguesa em Cabo Frio é uma realização da Prefeitura, através das secretarias de Turismo e Cultura, conta com o apoio da Prolagos, do SEBRAE/RJ, da CCR Via Lagos, da TurisRio, da Auto-Viação 1001, da Beirão e da Millennium Distribuidora. A organização é da Tropic Produções.
FESTA PORTUGUESA 2010 – Atrações Principais
Dia 08 de Outubro (Sexta-Feira)
Teatro Municipal - 19h–Abertura da Festa Portuguesa e início das Tardes Literárias. Palestra com Laurentino Gomes.
Boulevard Canal - 20h30 –Banda Portuguesa Típicos da Beira/23h – Show de Alex Cohen

Dia 09 de Outubro (Sábado)
Boulevard Canal - 22h – Grupo Cavaleiros da Fanfarra/23h – Show com Milton Guedes
Dia 10 de Outubro (Domingo)
Boulevard Canal - 21h30 – Banda Portuguesa Os Navegantes/22h – Zé da Velha e Silvério Pontes

Dia 11 de Outubro (Segunda-Feira)
Charitas - 20h – Solenidade de entrega da Comenda “Feitoria do Brasil”.
Boulevard Canal - 22h –Tocata Amigos do Alto Minho/23h – Sururu na Roda
Dia 12 de Outubro (Terça-Feira)
Praça Porto Rocha
19h- Cine PROLAGOS com o filme infantil “Up - Nas Alturas”
Charitas - 19h – Tardes Literárias com o tema: Neologismo e Criação na Língua Portuguesa com SérgioNogueira (UFRGS) Consultor de Português do Jornalismo da TV Globo.
Boulevard Canal
20h30 – Banda Portuguesa Tocata do Cantinho das Consertinas

Dia 13 de Outubro (Quarta-Feira)
Charitas - 19h - Tardes Literárias com o tema: A Expressividade da Língua na Literatura Contemporânea, com o compositor, cantor e escritor Nei Lopes.
20h – Procissão Luminosa em homenagem a última aparição de N. Sª. Fátima em Portugal.

Dia 14 de Outubro (Quinta-Feira)
Charitas - 19h - Encerramento das Tardes Literárias com o tema: Cinema e Literatura Brasileira, com o imortal Carlos Heitor Cony (ABL) e o cineasta e produtorGerson Tavares.
Dia 15 de Outubro (Sexta-Feira)
Boulevard Canal - 20h – Cantor português Mário Simões

Dia 16 de Outubro (Sábado)
Boulevard Canal
22h – Cantora portuguesa Hélia Costa – fadista/ 23h – Show com Michael Sullivan


0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Sarau de poesias na Art-Mosaico

Caros escritores e comunidade em geral, dia 30/09 ás 18:00 hrs estarei organizando o primeiro Sarau de poesias de Cabo Frio, com o apoio da ARTPOP.
Vamos nos reunir em uma noite agradável, onde as poesias serão as estrelas da noite, cobertura da coluna cultural de Dyandreia Portugal , no Foco Lagos , já confirmada.
Vamos que vamos!

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

É possível levar a bíblia ao pé da letra ?

Religiosos apedrejam mais uma mulher http://josefranciscoartigos.blogspot.com/















- Mais uma morte provocada pela crença na bíblia, ocorreu no Paquistão. Uma mulher foi apedrejada por andar na rua ao lado de um homem. A bíblia defendia o apedrejamento de mulheres que fizessem isso, assim como o apedrejamento de mulheres que não sangrassem na primeira relação sexual, o apedrejamento de homossexuais e o apedrejamento de crianças desobedientes. 
Não pensem que a bíblia que você lê não diz isso, pois diz sim, com excessão a bíblia dos mórmons que sofreu a retirada de alguns versículos.
Como sempre digo, a Bíblia é uma antologia escrita pelo homem, de acordo com seus preconceitos e suas opiniões, imposta socialmente há tanto tempo que as pessoas se perdem nas regras impostas por ela, e escritas por pessoas que não sabiam nem o que era ciência e tecnologia.

- Muitos vão dizer que Jesus veio e acabou com essas leis. É verdade, inclusive com a condenação aos homossexuais, coisa que ele não fez. Jesus também criticou o pagamento de ofertas e dízimos. Mas essa gente vai para os evangelhos e para o Velho Testamento de acordo com as suas conveniências pessoais;

- Nos Estados Unidos, um homem tentou seguir a bíblia ao pé da letra durante um ano. Resultado: sua família se afastou dele, seus amigos também, ele perdeu o emprego e quase foi preso.

- A bíblia,apenas retira passagens fora de contexto que estejam de acordo com aquilo que a pessoa já pensa antes de lê-la, ou seja, o líder religioso seja ele  de qualquer segmento interpreta da forma que ele vê e você segue se concordar.

- No Brasil, o número de mulheres agredidas por religiosos é espantoso, procure uma DEAM ( delegacia de atendimento a mulher e confira), o que ocorre é que a maioria depois retira a queixa insinuando que o companheiro estava manifestando alguma entidade demoníaca. Muitos religiosos também querem que os homossexuais fiquem na sarjeta ao proibírem que se casem ou que tenham uma vida normal. O número de homossexuais que já se suicidou por incorporar a crítica desses religiosos atrasados é gigantesco;pois se sentem culpados em uma situação que lhe é imposta ao nascer.

(Retirado do site ABGLT)
Entre 1948 e 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a homossexualidade como um transtorno mental. Em 17 de maio de 1990, a assembléia geral da OMS aprovou a retirada do código 302.0 (Homossexualidade) da Classificação Internacional de Doenças, declarando que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão”. A nova classificação entrou em vigor entre os países-membro das Nações Unidas em 1993. Com isso, marcou-se o fim de um ciclo de 2000 anos em que a cultura judaico-cristã encarou a homossexualidade primeiro como pecado, depois como crime e, por último, como doença.
Apesar deste reconhecimento da homossexualidade como mais uma manifestação da diversidade sexual, as lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) ainda sofrem cotidianamente as conseqüências da homofobia, que pode ser definida como o medo, a aversão, ou o ódio irracional aos homossexuais: pessoas que têm atração afetiva e sexual para pessoas do mesmo sexo.

A homofobia se manifesta de diversas maneiras, e em sua forma mais grave resulta em ações de violência verbal e física, podendo levar até o assassinato de LGBT. Nestes casos, a fobia, essa sim, é uma doença, que pode até ser involuntária e impossível de controlar, em reação à atração, consciente ou inconsciente, por uma pessoa do mesmo sexo. Ao matar a pessoa LGBT,  a pessoa que tem essa fobia procura “matar” a sua própria homossexualidade.  A homofobia também é responsável pelo preconceito e pela discriminação contra pessoas LGBT, por exemplo no local de trabalho, na escola, na igreja, na rua, no posto de saúde e na falta de políticas públicas afirmativas que contemplem LGBT. Infelizmente, também, os valores homofóbicos presentes em nossa cultura podem resultar em um fenômeno chamado homofobia internalizada, através da qual as próprias pessoas LGBT podem não gostar de si pelo fato de serem homossexuais, devido a toda a carga negativa que aprenderam e assimilaram a respeito.

"Vamos nos respeitar,respeitar nossas diferenças sejam elas sexuais, religiosas, raciais ou culturais, se as pessoas se prendessem a uma unica passagem bíblica e conseguissem segui-la "ao pé da letra" a vida seria mais fácil, o maior conselho que Jesus Cristo "homem", deixou foi "Ame ao teu próximo como a ti mesmo" fazendo isso, e mais nada... tudo em nossas vidas pode mudar...





1 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Prêmio Abril de personagens





http://www.premioabrildepersonagens.com.br






Com o intuito de promover e incentivar a produção de conteúdo infantil de qualidade, a Editora Abril lança o Prêmio Abril de Personagens.

O desafio é criar narrativas infanto-juvenis, em forma de histórias em quadrinhos, para o público entre 7 e 12 anos, de ambos os sexos.

Os melhores trabalhos serão selecionados pela Editora Abril, pela Associação Brasileira de Produtores Independentes de Televisão (ABPI-TV) e também serão submetidos à apreciação e votação do público.

O vencedor assinará um contrato com a Editora Abril e terá sua obra publicada.
A Editora Abril acredita que o grande desafio de produzir conteúdo para crianças contribui para o enriquecimento do repertório cultural da sociedade,
propiciando, assim, a difusão do saber e do conhecimento.

Roteiristas e desenhistas estão convidados a mostrar seu talento. 

O prazo de inscrição para participar do Prêmio Abril de Personagens é:
de 27 de setembro a 24 de outubro de 2010.

Não perca a chance de ver seus personagens ganharem vida.
Participe!

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

ATENÇÃO ARTISTAS PLÁSTICOS!

Estão abertas as inscrições para a Mostra Internacional de Artes Plásticas e Visuais - AFBA / ICB
ORGANIZADA PELO CHANCELER DE LUNA FREIRE!
I-M-P-E-R-D-Í-V-E-L !!!!!




Mostra Internacional AFBA



Será realizado no Iate Clube Brasileiro de Niterói - abertura 24 de outubro de 2010 até 31 de outubro de 2010.

Estrada Fróes 400 - Icaraí / São Francisco - Niterói - RJ

A Solenidade com Outorgas de Comendas Fluminense de Belas Artes

e entrega das premiações aos artistas participantes, será realizado

no dia 31 de outubro de 2010, às 15 horas, no Salão do Iate Clube Brasileiro,

logo após será servido um coquetel aos presentes no evento.

A Exposição ficará aberta à visitação pública do

dia 24 de outubro até 31 de outubro de 2010, no Salão do Iate Clube Brasileiro.



Mais Informações:

http://comendadordelunafreire.blogspot.com

Tel: 21 2622-6745 // Cel: 21 9986-5053 // 21 8254-0082

delunafreire@yahoo.com.br

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

ATENÇÃO ARTISTAS PLÁSTICOS!

Estão abertas as inscrições para a Mostra Internacional de Artes Plásticas e Visuais - AFBA / ICB
ORGANIZADA PELO CHANCELER DE LUNA FREIRE!
I-M-P-E-R-D-Í-V-E-L !!!!!

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Lançamento do livro Pontes 1 - Um grande sucesso!

Eu, o Chanceler e comendador De Luna Freire,a poetisa Geiza Araújo e a escritora e poetisa Ana Elizandra.
Ceiça Esch, sendo entrevistada na entrada do Plenário


Jô Mendonça Alcoforado, sendo entrevistada

Alda Affonso




Alda affonso e Josane Peer

Nath Souza autografando

Adalberto Caldas - Autografando

Convidos em confraternização, de blusa rosa o agente Claudio Linhares, amigo ilustre e incansável.
Na última sexta deira, dia 24 de setembro foi lançado na Câmara Municipal de Niterói, o livro Ponte dos sonhos 1.
O lançamento foi um grande sucesso, com a presença de vários escritores e de comendadores, e artistas importantes no cenário nacional de letras e artes, além de diversos acadêmicos.
O livro foi entregue pelas mãos do Comendador Marcus Vinícius, em uma solenidade presidida pelo Chanceller De Luna Freire,na qual eu apresentei os escritores e poetas.

Foi um enorme prazer ver artistas da Paraíba, do Maranhão, do Mato Grosso, do Paraná, de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Manaus, de Minas Gerais neste evento, o livro ficou lindo e já foi enviado  as pessoas que irão entregá-los as editoras na feira de Frankfurt.

Agradeço de coração aos escritores que prestigiaram o evento, a Alda Affonso pelo apoio, ao José Cristiano Félix, que esteve ao meu lado o tempo inteiro, ao Chanceler De Luna Freire, por ter acreditado no meu trabalho.Agradeço a Andresa, da gráfica anjo, pela paciência, por ter que refazer o trabalho inteiro depois de pronto, devido as desistências, sem em momento algum reclamar ou se mostrar soberba ou grosseira, muito pelo contrário, demonstrando carinho em tempo integral ( um verdadeiro anjo!), aos escritores que não participaram desta obra mas que em momento algum deixaram de estar ao meu lado, como a Eunice Routh ( Trissomia 21 e  a paola Rodhen, além de alguns outros.Amei conhecer Ana Elizandra, linda e serena como suas poesias, conhecer o talentoso e amoroso Josane Peer, que compareceu, que levou sua música para encantar nossos ouvidos, a esfuziante Jô Mendonça, uma pessoa  com uma astral incrível , uma aura maravilhosa, a Ceiça Esch, que já amava sem conhecer, e agora amo mais ainda, ao Mário Rezende e sua esposa, pessoas maravilhosas, a Nath Souza, que apesar de ter organizado o livro Deixa eu te contar? comigo , só nos conhecíamos pela internet, a presença do Adolph Kliemann, que pra  mim é a inteligência em pessoa, carismático, doce, a Geiza Araújo, com sua jovialidade associada a determinação, a Dyandreia Portugal, maravilhosa, chiquetosa, artista nata, ao Paulo Roberto Oliveira Caruso, com sua educação, e benignidade, sua alma clara, ao Adalberto Caldas, que mesmo atrasado , conseguiu  chegar a tempo de nos presentear com sua compania e seus autógrafos em nossos livros, a Leila Ulmann artistra plástica,poetisa, linda, que esteve presente, enfim são tantos para homenagear que o blog ficaria pequeno.
Agora vamos que vamos, que o pontes 2 está a caminho, quem quiser enviar algum texto até o dia 1º de outubro ainda dá tempo, pois é quando farei a solicitação do ISBN .

Um abração!


Izabelle Valladares e Marcos Ornellas, apresentador do programa Qualidade de vida!
Vídeo do lançamento:
http://www.youtube.com/watch?v=AE9x5ZxGR_k






Premiação de honra da associação de Belas artes

Eu e Lúcia Pio 






Eu, o chanceler De Luna Freire e a comendadora Dyandreia Portugal.



10 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

II concurso Literário Internacional Planície Costeira.

 A Casa do Poeta Brasileiro de São José do Norte está realizando a segunda edição do Concurso Literário Internacional Planície Costeira que, pelo número de trabalhos já recebidos, deverá garantir o mesmo sucesso do primeiro concurso, realizado em 2009.
O concurso garante participação ampla com crônicas, poesias, contos etc., que já foram repassados para a comissão julgadora, composta por Lúcia Jorge Bravo, Lizete Terezinha dos Santos Abreu, Lilian Marta Fisher, Naira Liziane dos Reis Martins e Dionei Jesus de Souza.
A repercussão do evento foi considerada excelente pela presidente da Casa do Poeta Brasileiro de São José do Norte, professora Irenilda Paranhos (Neneca), considerando que foram recebidos inúmeros trabalhos de São Paulo (Capital), Araranguá (SC), Americana (SP), Rio Grande (RS), Pelotas (RS), Campo Grande (MTS), Montevidéu (Uruguai), Salto (Uruguai), Durazno (Uruguai), San José (Uruguai), São Lourenço do Sul (RS), Taubaté (SP), Rio de Janeiro (RJ), Barbacena (MG), Cachoeira do Sul (RS), Barra Bonita (SP), Icaraí (RJ), Palma (MG), Belo Horizonte (MG), Bebedouros (SP), Francisco Beltrão (Paraná), Pirapetinga (MG), Sumidouro (RJ), Porto Alegre (RS), Pedreiras (Maranhão) e Jatai (Goiás), além de poetas e escritores regionais.

1 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Deixa eu te contar ? Volume 2- Seleção até 24 de outubro.

Se você sempre sonhou em ter um conto publicado, está no lugar certo!

Antologia “Deixa eu te contar?”

Um livro de contos direcionado para o público adolescente.
Para participar é só conferir o regulamento abaixo e enviar o seu conto.
































Regulamento
1) DA PARTICIPAÇÃO
1.1. A antologia “Deixa eu te contar?” é promovida pelos blog da izabelle Valladares, representados legalmente neste ato, pela Escritora e Acadêmica Izabelle Valladares, 
1.2. Poderão participar da antologia todas as pessoas físicas , residentes legais no Brasil, bem como brasileiros residentes no exterior. Também poderão participar da Antologia escritores de outras nacionalidades, desde que a língua mantida seja a língua portuguesa.
1.3. Das características da antologia: A Antologia “Deixa eu te contar?” receberá única e exclusivamente contos cujo tema seja infanto-juvenil, direcionado ao primeiro leitor crítico (10 á 18 anos) sendo que a criatividade e imaginação do escritor darão o toque e estilo ao trabalho.
1.4. Menores de 21 anos, poderão participar da antologia, mediante autorização por escrito de um responsável legal, acompanhada de fotocópia do original de documento de identidade do mesmo para conferência e registro de inscrição.
1.5. A participação se dará no sistema de cotas, sendo que cada autor deverá proceder ao pagamento de R$50,00 cinqüenta reais.
Os escritores também terão direito á 8 % das vendas do livro,á partir da segunda edição.
O lançamento será no estado do Rio de Janeiro, ou em caso de maioria do estado de São Paulo, em SP capital.
1.6. Serão selecionados, ao todo, trinta participantes, que receberão um total de três exemplares da Antologia sendo que um exemplar será a título de direitos autorais para essa primeira edição. Especificação do Produto:
Título; “Deixa eu te contar?”

1.7. A presente antologia será confeccionada pela EDITORA que a organizadora escolher  e tem como finalidade estimular a produção de contos, formação e divulgação de novos autores.

2)DA ACEITAÇÃO DOS CONTOS
2.1. Serão aceitos apenas contos inéditos em língua portuguesa, de temática pertinente a antologia, com limite de quatro mil caracteres com espaços, em formato A4, espaços de 1,5 entre linhas, fontes times ou arial tamanho 14, acompanhados dos dados de inscrição que constam no parágrafo 5.5 desse regulamento.
2.2. Não serão aceitos fanfics nem contos que pertençam ao universo de personagens já existentes criados por outro autor.
2.3. Os contos devidamente formatados (arquivo doc) deverão ser anexados e enviados a/c de Izabelle valladares para o email antologia@izabellevalladares.com.br e de Nathalia Souza do escritorasteens@hotmail.com, e no corpo da mensagem, o autor deverá fornecer as informações exigidas por este regulameto (dados de inscrição e demais documentos de autorização, etc), para que se efetue a inscrição.
2.4. Os contos inscritos deverão contemplar, obrigatoriamente, os seguintes elementos:
(a) narrativa em primeira pessoa ou terceira pessoa;
(b) temática da antologia (infanto juvenil), sendo que o tratamento dado ao tema será de exclusividade de cada autor.
(c) não ultrapassar o limite de 4500 caracteres sem espaços.
2.5. Caso o autor deseje que seu conto tenha mais do que o espaço reservado de 5000 caracteres ele terá a opção de adquirir o valor de duas cotas, assim podendo ampliar seu espaço na antologia. Os procedimentos são os mesmo citados no item 1.5 desse regulamento, caso haja espaço na antologia liberaremos alguns autores que excedam sem custo extra.

3) NÃO SERÃO ACEITOS CONTOS QUE:
(a) possam causar danos a terceiros, seja através de difamação, injúria ou calúnia, danos
materiais e/ou danos morais;
(b) ofendam a liberdade de crença e as religiões;
(c) contenham dados ou informações racistas ou discriminatórias;
(d) tenham a intenção de divulgar produtos ou serviços alheios aos objetivos da
antologia ou que tenham qualquer finalidade comercial;
(e) façam propaganda eleitoral ou divulguem opinião favorável ou contrária a partidos
ou candidatos;
(f) tenham sido produzidos por terceiros;
(g) que não venham formatados nas normas estabelecidas por esse regulamento e
descritas no item 2.1.

4) DOS CONTOS INSCRITOS
4.1. Os contos inscritos serão analisados e selecionados mediante avaliação do profissional nomeado pela organização da Antologia, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis. A avaliação se dará com base nos seguintes critérios:
(a) criatividade e originalidade do enredo;
(b) adequação do enredo ao universo ficcional do livro;
(c) impacto do conto e qualidade dos recursos narrativos utilizados.
4.2. Ao se inscrever na Antologia o autor autoriza automaticamente a veiculação de seu conto, sem ônus para a Editora nos meios de comunicação existente ou que possam existir com a intenção de divulgar a antologia.

5) SOBRE AS INSCRIÇÕES:
5.1. As inscrições para a Antologia “Deixa eu te contar?” serão abertas às 24h00min do dia 24 de setembro de 2010 e encerradas em 24 de outubro de 2010, podendo ser encerradas antes, caso o número de contos recebidos e avaliados sejam aprovados antes da data, no formato e padrão já descritos, sendo que a partir desse momento o prazo para publicação é de 120 dias. As inscrições só poderão ser feitas pelos e-mails acima citados.
5.2. Um determinado conto poderá ter mais de um autor, num número limite de dois. Um determinado autor poderá participar da antologia com mais de um conto, desde que observado o parágrafo 1.5 e 2.5 desse regulamento.
5.3. As inscrições são gratuitas.
5.4. Para participar os candidatos deverão, além de enviar um ou mais contos de acordo com as regras estabelecidas neste regulamento, fornecer as informações a seguir:
(a) nome completo do autor do conto e de seu responsável legal(se for menor de idade);
(b) data de nascimento;
(c) número do documento de identidade pessoal e do responsável legal(se for menor de
idade);
(d) endereço físico e eletrônico, completo e legível;
(e) telefone fixo e celular;
(f) informação de onde e como ficou sabendo da antologia;
(g) autorização por escrito assinada pelo responsável (se for menor de idade) e fotocópia legível do documento de identidade do mesmo (cópia escaneada e enviada junto com o e-mail);
(h) mini biografia de no máximo três linhas para cada autor. No caso de contos com dois autores o espaço deverá ser dividido entre ambos.
Uma foto em preto e branco.
(i) frete de entrega dos livros será por conta do autor.
5.5. Só serão aceitas inscrições através dos procedimentos previstos neste regulamento. Os dados fornecidos pelos participantes, no momento das inscrições, deverão estar corretos, claros e precisos. É de total responsabilidade dos participantes a veracidade dos dados fornecidos à organização da Antologia “Para brincar de ler”
5.6. Em caso de fraude comprovada, o conto será excluído automaticamente da antologia.
5.7. Os participantes concordam em autorizar, pelo tempo que durar a antologia com a editora, que a organização faça uso do seu conto, suas imagens, som da voz e nomes em mídias impressas ou eletrônicas para divulgação da Antologia, sem nenhum ônus para os organizadores, e para benefício da maior visibilidade da obra e seu alcance junto ao leitor.

6) OUTRAS INFORMAÇÕES
6.1. Dúvidas relacionadas a esta antologia e seu regulamento poderão ser enviados para o e-mail antologia@izabellevalladares.com.br
6.2. Todas as dúvidas e casos omissos neste regulamento serão analisados por uma comissão composta pela equipe organizadora e sua decisão será irrecorrível.
6.3. Para todos os efeitos legais, os participantes do presente Antologia, declaram ser os legítimos autores dos contos inscritos e garantem o ineditismo dos mesmos, isentando a Editora de qualquer reclamação ou demanda que porventura venha a ser apresentada em juízo ou fora dele.
6.4.A literara reserva-se o direito de alterar qualquer item desta Antologia, bem como interrompê-la, se necessário for, fazendo a comunicação expressa para os participantes.
6.5. A participação nesta Antologia implica na aceitação total e irrestrita de todos os itens deste regulamento.

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Entrevista com izabelle Valladares no programa Barreto Jr.

Fui entrevistada hoje no programa Barreto JR, no canal 7, a entrevista focou na ação social "um dia de cultura mais saúde" e no Sarau Poético  que estou organizando para o dia 30, na ARTMOSAICO com o apoio da academia de artes e letras ARTPOP.

1 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br

Nostalgia boa demais!





Como estou nostálgica, esta foto é de 1955, sabe onde eram estas dunas?
Em Ipanema, por incrível que pareça, meu pai está no colo do meu avô, minha Tia a  Neuro-psiquiatra
Analígia Santos Francisco, é a de chapéuzinho no meio ( Vai me matar se ver esta foto aí rsrs) ao lado da minha linda avó, meu tio Luiz, que infelizmente , nos deixou bem antes do que esperávamos e do que merecíamos de uma cia tão doce e agradável, e minha avó.
(Saudades desse povo, danada! )



Hoje acordei pensando no que me moveu a escrever, tentando achar motivos que não sejam gostar de ler, que me fizeram abandonar os negócios para me dedicar a arte. 


Apesar do pouco tempo em que escrevo, apenas 1 ano, sempre corri atrás dos meus sonhos,depois fui pensando nas tais raízes que insistem em nos cercar. Meu pai era um bom músico, após um sério acidente automobilístico, perdeu o movimento nas mãos e não toca mais violão, meu avô Antônio Andrade, ainda por parte de pai, era jornalista e fotógrafo,saiu da Bahia bem jovem, trabalhou nos melhores jornais do país, e foi o ganhador do prêmio Esso de 1967, na outra banda familiar, dos Valladares, há inúmeros artistas que não saíram do anonimato, mas há José Valladares, também da Bahia, que era tio da minha mãe, enfim, pessoas que acabam dando uma pincelada em nosso DNA nem que seja para fazer com que amemos a Arte.


Abaixo, algumas matérias sobre meu avô, e na postagem anterior sobre o tio-avô, pode até não interessar a ninguém, mas achei legal postar...bjs!


Jornal do Brasil: o princípio do fim bem na foto...


décadashttp://afotohistoricanobrasil.blogspot.com/2010/08/jornal-do-brasil-o-principio-do-fim-bem.html, dezenas deles desapareceram, muitos no Rio de Janeiro.
A bola dAntonio Andrade nasceu na Bahia, veio para o Rio se alistar e começou a fotografar em 1949 no jornal Imprensa Popular,“voz” do PCB, então perseguido pelo governo Dutra. Passou por O Globo e foi para a Tribuna da Imprensa em 1955. Entrou no JB quando da famosa reforma gráfica de 1956. Em 1960, volta à Tribuna da Imprensa como editor de Fotografia. Foi, por seis meses, correspondente da agência cubana Prensa Latina no Brasil, fotografando a visita de Che Guevara. Passou um tempo na Bahia e voltou para a Revista Manchete em 1966. Ganhou o Prêmio Esso de 1967 com uma foto publicada em Fatos & Fotos em que bombeiros salvam uma grávida arrastada por enxurrada na Tijuca. Esteve seis meses no Correio da Manhã e voltou para o JB, até 1980, e novamente O Globo, daí até 1986. Foi editor de Fotografia do jornal da Vale do Rio Doce até a privatização da empresa em 1997 e, depois da aposentadoria, seu colaborador.

a vez é o já saudoso Jornal do Brasil, onde, aliás, trabalhei nos anos 80.
Doloroso é acompanhar sua agonia, ouvir o viúvo lamento de seus leitores, lembrar a importância (e valor) da fotografia em suas páginas. 

A ironia é que o princípio do fim do JB está ligado a uma fotografia...
Em plenos Anos Dourados, governo Juscelino Kubitschek, agosto de 1958, uma importante missão americana, sob o comando do Secretário de Estado John Foster Dulles em pessoa, veio ao Brasil para tratar da situação do petróleo, tema da recente campanha nacionalista “O petróleo é nosso”.
No início de uma reunião no Palácio Laranjeiras, no tradicional tempo dado aos fotógrafos e cinegrafistas para o registro dos cumprimentos, o fotógrafo do Jornal do Brasil, Antonio Andrade fez a foto polêmica. A foto “dá a impressão de que JK estende a mão, suplicante, ao secretário norte-americano, que por sua vez parece que está abrindo uma carteira à cata de dinheiro”.
Antonio Andrade, 1958 - ‘Me dá um dinheiro aí’


O Jornal do Brasil publicou a fotografia em sua primeira página sob o título ‘Me dá um dinheiro aí’, em alusão à modinha de carnaval de recente sucesso, mote intensamente repercutido pela oposição, capitaneada por Carlos Lacerda.



Para a História do Brasil, uma espécie de imagem-símbolo do relacionamento político e econômico, por décadas, entre Brasil e Estados Unidos.
Na História do Jornal do Brasil, consequências trágicas: JK puniu o jornal com o cancelamento da concessão de um canal de televisão, que já estaria em sua mesa para ser assinada. O JB seria o segundo jornal a ter um canal de TV – a Tupi pertencia aos Diários Associados, de Assis Chateaubriand –, o mesmo que, mais tarde, seria dado a O Globo, de Roberto Marinho.
Uma perda cuja mágoa jamais seria esquecida. Embora o jornal tenha tido ainda grandes momentos, outros fatores influenciaram na sua decadência (leia, clicando aqui, a iconoclasta versão de Paulo Henrique Amorim, editor do jornal na década de 80).

Curiosamente, esta imagem teve gênese relativamente prosaica, mera conseqüência da disciplina profissional do fotógrafo, à procura de uma foto diferente: “Na verdade, Andrade só procurou seguir as normas do jornal e seu instinto, quando o cinegrafista Jean Manzon (que na hora estava atrás de Dulles mas não aparece na cena) pediu ao presidente que posasse junto ao secretário, para registro. JK teria dito ‘Mas, agora?’ ao mesmo tempo em que Dulles consultava sua agenda. Daí as mãos de JK e o gesto do norte-americano.”

.

Uma descrição dos acontecimentos (a partir da matéria citada, publicada em 1998 pelo Paparazzi, jornal da Associação Profissional dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro, ARFOC/Rio) pode ser lida em A história da foto de Antônio Andrade, material de referência para a dissertação de mestrado A História bem na Foto: fotojornalistas e a consciência da história, deste autor.







A história da foto de Antônio Andrade
http://ahistoriabemnafoto.blogspot.com/2007/06/foto-de-antnio-andrade-ento-fotgrafo-do.html

A foto de Antônio Andrade, então fotógrafo do Jornal do Brasil, feita em 1958, é um flagrante que registra importante encontro do presidente Juscelino Kubitschek com o secretário de estado americano Foster Dulles. Foi obtida numa reação praticamente instintiva do fotógrafo, de maneira quase casual e, especialmente, sem qualquer intenção específica de incorporar a ela qualquer valor simbólico. Apesar dessa indeterminação na origem, foi rapidamente transformada em foto histórica, pela apropriação exercida por outras instâncias (a própria imprensa, os políticos), tornando-se uma imagem-símbolo do relacionamento político e econômico entre Brasil e Estados Unidos.


Diz o Paparazzi que “a foto abalou o governo do então presidente da República Juscelino Kubitschek”, uma vez que “o episódio mereceu à época réplicas e tréplicas dos colunistas contra e a favor de JK, nos inúmeros jornais do país, por dias seguidos e hoje continua atual pelas sucessivas idas e vindas do Brasil ao FMI.”
E descreve: “Em 6 de agosto de 1958, o Secretário de Estado norte-americano Foster Dulles veio ao Brasil para tratar de ‘negócios’ entre os dois países, em especial da política petrolífera, área onde o Brasil engatinhava. No Palácio das Laranjeiras, JK e Dulles tinham-se reunido a portas fechadas no gabinete do presidente brasileiro. A imprensa pediu uma foto tradicional, a do aperto de mãos entre os dois.
Antonio Andrade teria feito essa foto porque “o Jornal do Brasil, onde trabalhava à época, tinha como norma não apresentar fotos sob a mesma angulação dos demais jornais”. A foto “dá a impressão de que JK estende a mão, suplicante, ao secretário norte-americano, que por sua vez parece que está abrindo uma carteira à cata de dinheiro”.
O JB estampou na primeira página sob o título ‘Me dá um dinheiro aí’, em alusão à modinha de carnaval.” Daí, “Carlos Lacerda, ferrenho opositor de JK e à época deputado federal e dono do jornal Tribuna da Imprensa, de onde torpedeava o presidente de olho na campanha eleitoral, fez um estardalhaço com a foto.”
Os efeitos da publicação da fotografia puderam ser sentidos em vários outros níveis, tendo afetado muito particularmente o próprio jornal, e resultado, aparentemente, em inflexões históricas inesperadas e de longo alcance: “Fustigado pela direita que o acusava de ‘proteger comunistas’, não perdoando suas relações com Cuba, e pela esquerda, que o chamava de ‘entreguista’ pela forma com que abria as portas para o capital estrangeiro, JK puniu o Jornal do Brasil pela polêmica foto: cassou a concessão do canal de televisão que já estava em sua mesa para ser assinada – seria o segundo jornal a ter um canal de TV (os Diários Associados, de Assis Chateaubriand, já tinham a Tupi) –, e que, mais tarde, seria dado a O Globo, de Roberto Marinho.”
Resultou ainda em baixas na equipe do governo e o diretor de redação do JB (Odilo Costa Filho) pediu demissão, que não foi aceita pela direção do jornal, ganhou as páginas de quase todas as publicações nacionais (na defesa e acusação) e saiu no New York Times e no Time.”
Interessante é que a imagem teve uma gênese relativamente prosaica, de certa maneira como mera conseqüência da disciplina profissional do fotógrafo: “Na verdade, Andrade só procurou seguir as normas do jornal e seu instinto, quando o cinegrafista Jean Manzon (que na hora estava atrás de Dulles mas não aparece na cena) pediu ao presidente que posasse junto ao secretário, para registro. JK teria dito ‘Mas, agora?’ ao mesmo tempo em que Dulles consultava sua agenda. Daí as mãos de JK e o gesto do norte-americano.”

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br