Quem disse que só fazemos amor ? 2

(Clique ma imagem e amplie para ver a linda capa criada por Danilo Marques, caricaturas perfeitas kkkkkkkkkk)

Caros escritores, este livro vai abalar a estrutura literária no Brasil, após o enorme sucesso do livro Quem disse que só fazemos amor 1 ( Manual de sobrevivência dos homens na selva das mulheres modernas!) em co-autoria com Dyandreia Portugal, Cristina Ceccágno, Jô Mendonça Alcoforado, Vanyr Carla , N[ivea Sabino e euzinha (Izabelle Valladares) , Com a apresentação, do ultra-mega-fofo, botafoguense , artista, ator, teatrólogo e Deputado Estepan Nercessian (Acadêmico da ARTPOP- uiiiii chique!)
O livro não poderá deixar de ser um grande sucesso!
Com o subtitulo : Manual de sobrevivência das mulheres na selva dos homens modernos.
O livro será lançado internacionalmente na feira de Buenos Aires em Espanhol e aqui no Brasil na Bienal do Rio de janeiro.
O livro será editado pela All Print e todas as autoras estarão presentes distribuindo autógrafos.
A capa do livro é do ilustrador Danilo Marques e as charges humoradas no interior dele também.

Abaixo o prólogo do livro só para encher a boca do leitor de água, do que vai encontrar por lá.
Um grande beijo e vamos que vamos:


PRÓLOGO:



Se não fossem as mulheres, o homem ainda estaria agachado em uma caverna comendo carne crua. Nós só construímos a civilização com fim de impressionar nossas namoradas.


Para início de conversa


Bom amigas e amigos, para quem não me conhece, me chamo Izabelle, e tenho hoje 35 anos, não sou linda, não sou feia, não sou obesa mórbida, não sou magra, enfim... Um tipo absolutamente normal, que não passa despercebido, mas também não é mais a morena do tchan. Entendeu?
Mas o que nos fez escrever este livro não são tipos físicos, isso pouco importa, o que nos reuniu para esta obra prima da "guerra dos sexos " foi exatamente o comportamento humano.
Sou escritora, e há muito pouco tempo atrás, escrevi um livro sobre nós mulheres alertando aos homens sobre nossos defeitos e qualidades, para que se enquadrassem em seus pares perfeitos, mas, visto que esta matéria acabou tornando-se uma grande confusão, fui tentada a escrever sobre os homens. Afinal, criei um manual para os homens e deixei as mulheres na expectativa de um manual para mulheres, enfim, sozinha escrever sobre as mulheres foi fácil, pedi as amigas que colaborassem com e-mails e criei os tipos mais sórdidos e engraçados, mas falar sobre os homens é um pouco delicado, claro que santa eu não sou, mas também não sou nenhuma “expert” em todos os tipos e é claro que vocês homens , sempre originais e “amáveis” sempre aparecem com novas linhagens, como os metros-sexuais, classe nova , que aliás, diga-se de passagem , eu acho o máximo, então precisei da ajuda de cinco escritoras poderosas para que o manual saísse perfeito, mulheres lindas e inteligentes,de profissões diferentes,mas todas com um sexy apeel refinado,e o que me fez selecionar estas cinco mulheres?????
Existem mulheres que conseguem arrancar suspiros por onde passam, não só dos homens ,mas também das mulheres que as cercam.Outras por mais bonitas que sejam passam despercebidas para a maioria, e o que me chamou a atenção nessas mulheres é exatamente a dificuldade de passarem despercebidas.
Mas porque isso acontece?
O que torna algumas pessoas tão atraentes?
Na verdade há dois tipos de mulheres, as poderosas e as boazinhas.As poderosas exercem esta força de atração,mais por seu comportamento seguro que pelo seu físico,são fortes,independentes e não fazem do sexo oposto seu elixir vital de felicidade.
As boazinhas, no entanto,cobram atenção em tempo integral,estão sempre disponíveis quando os homem estalam os dedos e no final das contas,se eles não estalam,elas entram em desespero.
Pois bem, Dyandreia Portugal, Nívea Sabino, Jô Mendonça Alcoforado, Vanyr Carla e Cristina Ceccágno, certamente não estão no time das boazinhas e sim no time das poderosas,que têm algo a dizer, e juntas mostram o lado obscuro da alma masculina.
Ser uma mulher poderosa, não significa ter uma voz super sexy, usar chicote e ser má significa estar consciente de suas qualidades, valorizar-se, não ter medo de se impor, e acima de tudo, saber que os defeitos masculinos estão, aí,pra quem quiser ver...E você? Vai ser poderosa ou continuar boazinha com essa cara de boba?
Mas ,o mesmo motivo que me levou a escrever para os homens, foi o motivo que me levou a escrever para as mulheres. Porque os sexos opostos se repelem com tanta facilidade ultimamente? Será a nossa independência crescente e assustadora? Será porque nos descobrimos mais evolutivas? Será que nós mães, criamos nossos filhotes machos de forma a se sentirem os reis da cocada preta e depois eles caem na real e vêm o quanto é preciso mudar para viver bem com uma mulher? E que mamãe não é nenhuma mulher maravilha?
Bem, não querendo defender somente a nossa classe, aliás, fui taxada até de anti-feminista em meu primeiro artigo, por defender os homens, desta vez, não vou “apedrejá-los” ou queimá-los vivos na fogueira como bruxos capazes de enfeitiçar nosso coração, simplesmente, vou mostrar que por trás desses anjinhos, há muito mais do que pensamos, por trás de olhares másculos e pescoços que exalam testosterona existem seres maravilhosos, ou não... E que para amá-los é fácil demais e que para esquecê-los, basta ir à caça e arrumar outro com defeitos pelo menos diferentes do anterior, por que o perfeito só na novela das oito.

Não quero criar uma guerra dos sexos com este livro, muito pelo contrário, acho que nós mulheres devemos cada vez mais entender nossos parceiros ,seja na cama, seja fora dela, mas o mais importante é saber rir dos nossos erros e depois não cometer os mesmos erros e escolher errado novamente, porque rir uma ou duas vezes é mole, mas rir a vida inteira das escolhas erradas é complicado, vai chegar uma hora que nem você vai saber do que está rindo. E como diria o poeta Frejat,  “Rir de tudo é desespero” e eu até que concordo.
É lógico que hoje vivemos em uma sociedade modificada, em que as pessoas vão a público queixar-se até mesmo da igreja, coisa que era um suicídio involuntário, há algum tempo atrás, as famílias tomaram novos moldes, com pais que tomam conta das crianças, dois ou três ex-maridos indo buscar os filhos na mesma casa no final de semana e mulheres que trabalham o dia todo e se culpam por falta de tempo, e as mulheres que queimaram seus sutiãs em praça pública, hoje estão com a silicone em dia e o botox imperando na “cara”, enfim, nossa sociedade mudou, nossos valores mudaram, antes casar virgem era uma obrigação, hoje a obrigação é não casar,( o que eu acho justo, e olha que sou mãe de duas meninas) , porque quantos não são o nosso número?

Bom, que este livro seja uma chave para o universo masculino, que você possa perceber, suas falhas, onde localizar o tipo que mais te agrada e os que você mais despreza. Que você mulher moderna, liberte-se de tabus tipo, este é pequeno, este é grande, este é rico, este é pobre, porque todo ser humano é suscetível a mudanças, você pode transformar um sapateiro em um mega empresário da indústria de calçados, basta entender, que nós mulheres, com nosso poder de sedução e domínio, somos mil vezes mais influenciadoras que os homens e que , se a porrada comer, temos a DEAM, ( Delegacia Especial de atendimento a Mulher) e eles pobrezinhos ainda não tem uma DEAH, fazer o que né?

Bom amigas e amigos, boa leitura, se não se pode vencê-los, junte-se a eles, ou case-se com eles, ou só os coma de vez em quando, que também faz parte da vida...



Cristina Ceccágno
Natural de Pelotas, casada há 27 anos com Guilherme, possuo dois filhos: Gustavo e Giovanna.
Sou graduada em Pedagogia com habilitação em Supervisão Escolar e Orientação Educacional, Psicologia e bacharel em Direito. Como formação, tenho Especialização em Ciências Penais, e  também  Especialização em Direito Processual. Minha graduação em Psicologia aconteceu em 1994 , trabalho na área de clinica, com consultório próprio.
Já atuei paralelamente como psicóloga  na área de Orientação Vocacional em curso Pré vestibular, como psicóloga do 4º.BPM –Policia Militar durante 5 anos, trabalhei como voluntária no Hospital  Espírita de Pelotas. Possuo vários cursos de formação mas , atualmente trabalho apenas em clinica.
Amo o que faço bem tanto na área da psicologia como na literatura, embora esta última esteja em desenvolvimento.

PUBLICAÇÕES: Diversos artigos em Jornais Locais, ultimamente publicados no site da Academia Brasileira e em suas obras ,no site do Celeiro de Escritores bem como no Recanto das Letras e Site de poesias. 
PREMIO: Personalidade 2010 –ArtPop Academia de Artes de Cabo Frio.

Dyandreia Portugal

Dyandreia Valverde Portugal, nasceu no Rio de Janeiro em 19 de junho de 1970. Casada, é formada e Pós-graduada pela UERJ/RJ. Hoje, mora na Região dos Lagos do RJ. É Escritora e Artista Plástica. É associada à Sociedade Brasileira de Belas Artes. Além das exposições individuais (nacionais e internacionais), participou de vários Salões renomados e tradicionais exposições, ganhando menções honrosas, especiais e diversas medalhas de ouro, prata e bronze, bem como troféus de melhor obra do Salão. Já participou também como convidada de honra e jurada. Na literatura é cronista, contista e romancista, mas ensaia algumas poesias. Já participou de dezenas de livros, antologias, catálogos e coleções. Ganhou outorgas especiais, como Medalhas de Méritos Culturais e Cívicos, inclusive da Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de SP - FALASP. É Comendadora do CICESP, Chanceler da Associação Fluminense de Belas Artes na Região dos Lagos/RJ, Comendadora Grão Cruz e Diretora da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais e Dama Comendadora da FALASP pelo Mérito Presidente Juscelino Kubtischek. É também Acadêmica das seguintes Academias: de Artes de Cabo Frio – ARTPOP (onde é diretora), de Letras e Artes da Região dos Lagos – ALeART , de Artes, Ciências e Letras de Iguaba Grande - AACLIG/RJ, de Letras e Artes Paranapuã – ALAP/RJ (onde é diretora), de Letras da Mantiqueira/SP e de Letras e Artes de Itapira/SP. É Representante Municipal da FALASP na Cidade de Arraial do Cabo. É Curadora de Artes do “Espaço Cultural Foyer” do Teatro Municipal de Cabo Frio, Colunista Social e Cultural do Jornal impresso “Foco Lagos” e da “Revista Conteúdo” e apresentadora do programa de TV “Conexão Cultura”.


Izabelle Valladares
Nascida Izabelle Valladares Santos no dia 13/05/1975, escritora , neta do jornalista baiano Antônio Andrade, ganhador do prêmio Esso de 1967, e sobrinha neta do historiador baiano José Valladares,um dos fundadores do MAB (Museu de artes da Bahia) , escritor, crítico e curador de artes.
Publicou no Brasil os livros :
A cúpula das vaidades
Quem disse que só fazemos amor?
Contos e lendas que me contaram no Brasil
A viagem continental de Bia e Dora
A viagem mágica
Os maiores crimes de todos os tempos ( em co-autoria com Janduí Macedo)
Heitor Flexter – O menino herói
               
Antologista organizou os livros:
Deixa eu te contar? (Teen)
Ponte dos sonhos( Para a feira do livro de Frankfurt- Alemanha)
Brasil, mais que um país uma inspiração ( Para a feira de Guadalajara no México)
Tesouros brasileiros ( Para a feira do Cairo – Egito)
Vingança – Prato que se come frio?
Histórias para você dormir.


Participa das antologias:
Ufo- Contos não identificados
Casulo da alma
Brasilis (Espanhola)
Ganhadora do concurso de contos da Belacop com o conto “Deus visita o sertão”
Ganhadora do concurso de contos da editora Gênesis com o conto “Um bilhete pode mudar uma vida!”
Ganhadora do troféu” Gente destaque 2010 da AFBA”
Ativista cultural reconhecida pela AFBA
Ativista cultural reconhecida pela FALASP
Ativista cultural reconhecida pela APPB
Premiére de cultura da Alemanha no Brasil

Secretária –geral da ARTPOP – Academia de artes de Cabo Frio

Acadêmica honorária da ALG- Academia de Letras de Goiás
Acadêmica da academia de letras e artes do Acre
Comendadora da ABDV (posse em 22/01)

Representante da APPB (Associação Paulistana de poetas do Brasil) no RJ.
Antologista reconhecida com o selo “ supremme “         da Academia Parisiense de literatura infantil
Gente destaque 2010 da AFBA










Jô Mendonça Alcoforado

Psicóloga da UFPB, Pratictitioner em Neurolínguística, Terapeuta Comunitária, Coordenadora do projeto Qualidade de Vida: Prevenção e Tratamento de Doenças com ênfase no Uso e Abuso de Substâncias Químicas nas Comunidades Universitárias e de João Pessoa-PB. Na vida artística, é cantora, compositora, atriz, escritora e poeta. Lançou dois Cds autorais Paraíba Sim! Forró Sim Senhor e Mulher Forrozeira e participações em Cds de outros artistas paraibanos.  Participou de Festivais e ganhou prêmios como cantora Revelação e Melhor Intérprete. No Festival da ARPUB(Associação da Rádios Públicas do Brasil) ficou selecionada entre as dez melhores musicas da Paraíba com a canção CANA CAIANA em 2009. Enveredou pela escrita e lançou seu primeiro livro de poesias JOGO DE PALAVRAS na Usina Cultural - ENERGISA em 22/05/2010. Convidada pela Feira da Música/2010-Fortaleza-CE para lançar o livro Jogo de Palavras e o Cd Mulher Forrozeira em 18/08/2010 no IX Encontro Internacional da Música. Sua caminhada na literatura escrita é recente e tem participações nos livros, Os mais Belos Poemas de Amor, Antologia dos Poetas Brasileiros Contemporâneos nº 65, Pontes dos Sonhos 1 do Brasil a Frankfurt (Feira de Frankfurt), Poesias Encantadas, Versos Verdes, Na linha do tempo,  Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos nº 70, A Arte das Palavras,  Brasil Mais que um País uma Inspiração, Tesouros Brasileiros do Brasil via Cairo-Egito, Deixa Eu te Contar, Vingança Prato que se come Frio, Criadores e Criaturas, Edições em 2010. Convidada pela escritora Izabelle Valladares para escrever o livro Quem disse que só fazemos amor? 2 - Manual de sobrevivência das Mulheres na Selva dos homens Modernos junto seis autores e que terá lançamento na Bienal Internacional do Livro no Rio de Janeiro em 2011. Coordenadora do projeto literário em João Pessoa-PB com o Livro Belezas da Paraíba: Poesias e Contos onde vai reunir num livro as belezas de poesias e contos paraibanos através de autores jovens e adultos que moram na Paraíba difundindo inicialmente na Paraíba os trabalhos dos autores com participações só de paraibanos e radicados na Paraíba com previsão de lançamento para janeiro de 2011. Está finalizando mais um romance de ficção e fazendo mais outras coisas ligadas a arte. Acadêmica da ARTPOP.
 
















Nívea Sabino
Advogada e escritora, nasceu em Rio Negro-PR. Mineira por adoção viveu em Araguari – MG e recentemente reside em Fernandópolis- SP. Herdou do pai o poeta Sebastião Sabino o amor e o respeito pelos livros. Se não tivesse um espinho na carne, poderia dizer que é uma feliz contadora de histórias.
Acadêmica da academia de artes de Cabo Frio
Tem as seguintes obras publicadas:
CÂMARA BRASILEIRA DE JOVENS ESCRITORES – CBJE:
IMITAÇÃO DA VIDA – Edição 2010- CONTOS
Obra: DONA DE CASA RECICLADA  ( ISBN:978-85-7810-750-5)
SELETA DE CONTOS DE GRANDES AUTORES BRASILEIROS – Edição 2010
Obra: HERESIA
NA LINHA DO TEMPO – CONTOS SELECIONADOS- AUTORES BRASILEIROS CONTEMPORÂNEOS – Edição 2010
Obra: A HISTÓRIA DE ELZA         
OS MAIS BELOS CONTOS DE NATAL- CONTOS E POESIAS- Edição 2010
Obra: ÚLTIMO NATAL
GRUPO EDITORIAL CELEIRO DE ESCRITORES- ED. SUCESSO
Coletânea de Poemas, Crônicas e Contos - ELDORADO – Vol. XIX
Obra: A HISTÓRIA DE ELZA ( ISBN: 978-8589091-13-8)
Coletânea de Poemas, Crônicas e Contos - ELDORADO- Vol.XX – Edição Dez/2010
ANTOLOGIA PONTE DOS SONHOS- DO BRASIL PARA FRANKFURT, O MELHOR DE NOSSA TERRA- 
Selecionados nos Projeto Pontes Culturais. (ISBN: 978-85-911054-2-7)
Obras: UM CASO INTRIGANTE
            O FORASTEIRO
ANTOLOGIA PONTE DOS SONHOS 2- BRASIL MAIS QUE UM PAÍS, UMA INSPIRAÇÃO
Obras: ECOS DA IMPUNIDADE
                  TIÃOZINHO DO SINDICATO
ANTOLOGIA ORGANIZADA PELA ESCRITORA E ATIVISTA CULTURAL IZABELLE VALLADARES -  Vingança...Prato que se come frio? Edição janeiro/2011
Obra: VINGANÇA ALÉM DA VIDA
PRIMEIRA ANTOLOGIA DE CONTOS, POESIAS, CRÔNICAS E ARTES PLÁSTICAS  - LIVRO : "Singelos tesouros brasileiros no Egito" que será apresentado a algumas editoras na feira do livro 2011, no Cairo - Egito.
 Participa com o Conto: A CASINHA DA RUA AVARÉ

.
LIVRO DE CONTOS
TÍTULO :  ABANTESMA – Contos Naturais e Sobrenaturais
ANJOS PRODUÇÕES GRÁFICAS - 1ª Edição
LIVRO DE FICÇÃO-
TÍTULO:  MORFOGENÉTICO – Edição prevista para fev/2011







Vanyr Carla Alves Rabelo é Goiana e atualmente reside em Goiânia-Goiás. Exerce a atividade fiscal como Auditora Fiscal da Receita Estadual da Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás desde 1998.
Possui graduação tecnológica em Gestão de Empresas, pela Uni-anhanguera/Go e pós-graduadação em Direito Tributário, pela AVPB-Produções/RJ, com certificação pela Uni-anhanguera/Go. Atualmente é estudante da língua inglesa na Uptime Consultants.
Pratica pilates e aikido, como forma de harmonizar e trabalhar os reflexos mentais e corporais.
Ingressou na carreira artística há pouco mais de dois anos, iniciando primeiramente como artista plástica, logo depois como poetisa e escritora, utilizando Vanyr Carla como nome artístico.
É Acadêmica Correspondente da ARTPOP – Academia de Artes de Cabo Frio – RJ;
É Membro Efetivo Correspondente de cadeira nº. 15 da ABLA – Academia Boituvense de Letras e Artes – SP.
Recebeu o Diploma de Honra ao Mérito - Destaque Brasil 2010, na cidade de Taubaté-SP, como reconhecimento profissional por sua atuação com ética e competência no exercício da atividade artística e cultural, com êxito e sucesso em 2010.
Indicada para receber a medalha “Personalidades 2010”, em fevereiro de 2011 na cidade de Cabo Frio-RJ, na categoria “Criatividade Artística”.

 Participações em trabalhos artísticos-Artes Plásticas e Literatura:
Anuário “Art Gallery in Brazil” /2010 com quatros obras de arte (OST) – Natureza Morta;
“Cristal de Talentos” /2010 com uma obra de arte (OST) Paisagem Marinha e uma poesia, intituladas de “Além do Horizonte”;
Participações em Antologias publicadas no exterior, tais como: “Pontes dos Sonhos – Do Brasil para Frankfurt, o melhor de nossa terra”, (Alemanha), com duas poesias; Brasil, mais que um país, uma inspiração! (México); neste tem suas obras de arte (OST) ilustrando as abas do livro, como convidada especial e um texto literário–causo e três poesias; e a Antologia Tesouros Brasileiros / Brasil – Egito via Cairo, com cinco poesias.

Jornada artística você pode seguir pelo blog: http://vcar1974.blogspot.com/








Share on Google Plus

4 comentários:

  1. Boa tarde Iza!!!
    Aproveito para parabenizá-las. Este deve ser um grande livro e com certeza fará mais sucesso ainda!
    Deve ser um livro mágico!!!
    Parabéns pela organização. A capa ficou linda!
    Só tem gente chick!!! rsrrss

    Com carinho,

    Merari Tavares

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Obrigado pela visita ao meu humilde blog de um conto só...
    (www.ascronicasnoturnas.blogspot.com)

    Adorei o seu! O jeito que escreve, tudo! Bacana mesmo!!

    Tenho outro blog, este mais "ativista", se assim prefere. É o www.temalgumacoisaerrada.blogspot.com

    Visite!

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. A-d-o-r-ei!!!
    O tema,a proposta,a abordagem,a maneira que vc escreve.Parabéns pelo trabalho e...vamo que vamo :)

    www.dancaharah.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br