Lançamento do 5º Catálogo da Literarte será em Paris, l'avant Literate!


Estamos chegando a 5ª Edição do Catálogo Literarte, e como em toda edição, sempre temos aquele friozinho na barriga na esperança que tudo dê certo. Paixão... Este é o sentimento que nos move, e quando algo é movido a paixão,  não tem como dar errado. A Literarte abriu muitas portas e tornou-se famosa em todo o país e em alguns lugares do mundo, se antes, praticamente tínhamos que derrubar muitas portas para conseguir entrar e conquistar nosso espaço, hoje basta pedirmos com jeitinho na porta certa que estas se abrem imediatamente, isso se chama reconhecimento, e temos muito orgulho deste reconhecimento. Estivemos em Frankfurt, em Praga, e até em lugares que nunca havíamos ouvido falar, tudo por esta força que nos move e através de pessoas que acre- ditaram que a União nos faz mais fortes.
Esta edição tem destino especial, está direcionada ao Salão do Livro de Paris e ao Salão de Genebra, com nossos artistas apresentados em Português e em Francês, chegaremos com a mesma também em Lisboa em Grandes Eventos.  Nesta edição também apresentamos parceiros muito especiais como o CEMD ( Circulo de Escritores Moçambicanos na diáspora) a Varal do Brasil de Genebra e nossa parceira em divulgações a Rede Mídia Sem fronteiras de nossa talentosa Conselheira de Honra Dyandreia Portugal. Estamos cada vez mais fortes e Unidos em busca de um mesmo sonho, nossa próxima edição estará na Bienal de São Paulo. Esperamos que o mundo possa reverenciar o trabalho de artistas tão especiais que nele se apresentam!

 





Vamos que vamos!


Participam desta Edição:

AMBROSINA CORADI



Ambrosina Coradi é natural de Carolina /MA. Sua família migrou para Goiás, onde ela viveu durante muitos anos, estudou e iniciou sua vida profissional. Depois de forma- da em Pedagogia, mudou-se para Brasília, onde reside até hoje. Nesta cidade, desenvolveu sua vida profissional como professora e, depois de aposentada, cursou Artes Plásticas e se dedicou, desde então, a esta profissão. No seu trabalho, a pintura em encáustica, acrílico, colagem de materiais estão sempre presentes;  mas a   escultura é sua área preferida. Em 2013, teve  várias participações em exposições:  Salão Riachuelo da Marinha do Brasil, ACAV e, junto à LITE- RARTE, participou de eventos para expor  suas obras em Viena e receber Prêmios no Brasil e no exterior, como o de Viena. Escreveu textos, poemas em participação coleti- va. Escreveu o livro “Histórias de Família”, uma referência pessoal.



ANDREWS ULISSES


Andrews Ulisses nasceu em 1995. Atualmente reside na pe- quena cidade de Votorantim, São Paulo. Aos dez anos come- çou a criar histórias em quadrinhos e aos dezesseis decidiu ser escritor. Membro da Literarte - Assoiação.Internacional de Escritores e Artistas, ele foi agraciado com o troféu “Prê- mio Diamonds of arts and education” Viena/Austria e troféu “Prêmio Intercultural Latino-Americano de Cultura”, Ro- sário/Argentina. Estudante de Engenharia da Computação, cinéfilo e gamer, ele aprecia viajar para conhecer novas cul- turas e costumes. “A Ilha de Kansnubra e o portal perdido” é seu livro de estreia.

CHARLES SIMÕES



Charles Santos Simões é natural de Primeira Cruz/ MA, Brasil. Nasceu no dia 05 de junho de 1971. É professor de Língua Portuguesa nas redes Municipal e Estadual de Ensino e,  no Instituto de Ensino Superior Franciscano – IESF, em Paço do Lumiar/MA. Classificou-se em 1º. lu- gar no Festival Internacional de Contos, concorrendo com mais de 628 contos de 5 países.  É também poeta e parti- cipa de Antologias pela All Print Editora, em grandes bie- nais do Brasil. Suas obras mais importantes são “ O quarto centenário,” A ilha” e “A morte da defunta”.

DELMAR DOMINGOS DE CARVALHO




Delmar Domingos de Carvalho nasceu em Lisboa/Por- tugal, em 19 de julho de 1939. Defensor da Educação Permanente, obteve o Diploma de Nutricionismo e Dietética em espanhol, em 1972 e, nos anos seguintes, o Diploma de Biologia Naturopática,  na Faculdade Livre de Cultura Humana, na cidade de Bordeaux/França. Sua multifacetada atividade vai desde autor de mais de 30 obras sobre temas diversos, duas delas traduzidas para o espanhol, jornalismo, direitos humanos, ecologia, movimentos associativos, esoterismo, coleccionismo cultural, fotografia e antropologia cultural. Recebeu alguns prêmios, dentre eles seu nome em uma Rua.

DULCE RODRIGUES



Dulce Rodrigues escreveu seis livros infanto-juvenis, alguns dos quais premiados em França, nos EstadosU- nidos e no Reino Unido. Fala seis línguas vivas e é a tra- dutora dos seus próprios livros. Natural de Lisboa, cida- de que a viu crescer, razões profissionais e académicas levaram-na a viver em vários países da Europa. Depois de uma carreira profissional como tradutora junto das Forças Militares Norte-Americanas na Alemanha, e como funcionária internacional da OTAN, organização de que se encontra agora aposentada, divide agora o seu tempo entre as viagens e os livros – os dos outros e os que ela própria escreve , especialmente os que escreve para crianças e jovens… de todas as idades. Gosta de jardinagem, fotografia, arte, música, animais, e adora História. Visite-a em www.dulcerodrigues.info ou no sítio pedagógico www.barry4kids.net.


EDMILSON RÊGO




Edmilson Silva Rêgo nasceu na cidade de Governador Archer/MA, no dia 26 de janeiro de 1975. Após concluir  o Ensino Fundamental e o Médio, recebeu “bolsa de estagiário” para ajudar na alfabetização de jovens e adultos temporariamente e trabalhar como alfabetizador no Ensino Fundamental. No ano de 1999, começou a escrever po- emas e contos – o que despertou seu amor pelas palavras e o desejo de escrever seu próprio livro.

ELINALVA OLIVEIRA


Elinalva Oliveira é Mestre em Educação Especial, gra- duada em História, acadêmica da Academia Feminina de Letras do Ceará – AFELCE e correspondente da Academia de Letras de Goiás.  Detentora dos troféus Cecília Meireles e Carlos Drummond de Andrade, ela é membro da Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas, do Conselho Editorial da Revis- ta Mulheres e Letras da AFELCE, da Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil – AJEB/ Ceará.  Re- cebeu da Sociedade Europeia de Belas Artes, Abrasa e Literarte, o prêmio Diamonds of Art and Education Austrain 2013, em Viena.


ELOISA HELENA CAVALCANTI




Eloisa Helena Cavalcanti tem 53 anos, 4 filhos e 2 netos. Formada em Biblioteconomia pela USU e Artes Cênicas pela Universidade da Cidade, ela tornou-se  bibliotecá- ria do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, desde dezembro de 1997; mas sua paixão sempre foi o Teatro. Aos 11 anos de idade começou a fazer teatro com Dilú Mello e participou de peças, tais como “Bigorrilho e a Princesinha de Ouro” e “O Vendedor de Balões”. Quando adolescente escrevia poesias e diários. A partir de 2013, passou a investir na sua volta à carreira de atriz, através de cursos e workshops.  Nesses cursos, ela escre- ve cenas curtas e sente necessidade de contiuar a escrever. Ela sabe que tem facilidade  de escrever diálogos e muita imaginação; mas admite que sua maior dificuldade é fazer a síntese. Para ela, os personagens parecem ter vida própria e inspiram a própria história - nada é de- terminado antes do FIM. Sua primeira obra impressa é: “Quem pode ver Teresa?”


ESTHERROGESSI



EstherRogessi é pernambucana, natural de Palmares e resi- dente em Recife. Pintora autodidata, ela é membro corres- pondente vitalícia da Real Academia de Letras, Porto Ale- gre/RS, onde ocupa a cadeira N° 07; Consulesa Honorífica e Comendadora, Comenda Arcádia Real e Comenda Ca- mões, pela Real Academia Confraria dos Poetas do Brasil,  Porto Alegre/RS. É escritora, sócia da UBE; premiada com o XII Prêmio Cultura Nacional  - Talento Literário/2012, pela Real Academia de Letras Ordem da Confraria dos Poe- tas. Tem escritos publicados em Espanha  (Isla Negra) e em Genebra/Suíça.  É membro correspondente da Academia de Letras Teófilo Otoni/MG; da Academia de Letras e Artes de Fortaleza/CE e da Academia de Letras e Artes de Goiás. Recebeu o Prêmio Cecília Meireles 2012, em Itabira/MG, no “Evento Mulheres Notáveis”.

FLÁVIA ASSAIFE


Flávia Assaife é natural de Brasília/DF, Brasil. Autora dos livros “Ouço a Voz do Coração através de um Mergulho In- terior”, “Sussurros da Alma”;  “Os Viajantes da Lua” e “Segredos do Coração”.  Autora dos livros infantis “ A Princesa Júlia e o Guerreiro Artur” e “O Sapo Lelé que queria aprender a ver as Horas. É membro de várias Academias de Letras Nacionais e Internacionais: ALTO; ALG; ALB-Seccional Suiça; ALAF; ARTPOP; AACLIG; ALAB; ANLPPB; Divine Académie Française des Arts Lettres et Culture. Associada à LITERARTE, à REBRA e à ACIMA. Participante dos Poemas A Flor da Pele; Poetas Del Mundo e Varal do Brasil. Comen- dadora pela ABD – Associação Brasileira de Desenho, Artes Gráficas e Literatura.

HEBE C. BOA-VIAGEM A. COSTA


Hebe C. Boa-Viagem é advogada, pedagoga e socióloga. Suas publicações são: “Elas, as pioneiras do Brasil,”; “Enfer- meiras do Brasil-”; “Elas vieram de longe”- em duas versões: português e francês; “ Mestres”;  “Coletânea”; .”Cose Che succedono”- editado na Itália.  Participou de  32 Antologias no Brasil e no Exterior. Recebeu os seguintes Prêmios: Me- daille d’Or  da Academie Internationale  Merite et Devoue- ment Français,Paris 2012; Due Menzione d’onore - Sezione Oro  Concorso Letterario Internazionale  Vozes &Voci 2012 e Pensieri in Parole 2013, Milão; Troféu Acadêmico Claudio de Souza, pela Literarte – Associação Internacional de Escri- tores e Artistas; e Melhor documentário, pela Interarte.

ISIS DIAS VIEIRA


Isis Dias Vieira nasceu em Alegre/ES, é a terceira de 13 irmãos, viveu sua infância em Vila Verde, no interior do Estado. De família pobre, tornou-se alfabetizadora aos 14 anos, para continuar os estudos na cidade mais próxima. Diplomou-se em Teologia, em Filosofia e em Psicologia; é professora da Univ. Federal do Est. do Esp. Santo. Tra- balhou, três anos, como  pesquisadora estrangeira, con- vidada pelo INRETS, em Paris, onde estudou Segurança Civil e Sociedades, Alcoologia e Toxicomania (niveau D.E.A); e em Psic. Transpessoal e Téc. de Expansão de Consciência (especialização). De seu pai, que escrevia contos e poemas, ela herdou o talento de escritora e, da primeira profa. Glória Maria Avancini, recebeu o incenti- vo. Desde 1995, ela reside em Brasília, onde criou o Inst. de Psicologia Transpessoal, do qual é Diretora e Psicot., e o Método V.I.T.R.I.O.L. de Psicot. Transpessoal. É mem- bro da Literarte. Publicou estudos e artigos em Revistas Especializadas. “A Oração do Pai-Nosso – o Mantra da nossa Libertação” é seu primeiro livro.


ISIS BERLINCK RENAULT



Única pintora brasileira a ser distinguida com Medalha de Ouro pela Academia Francesa de Belas Artes  «Arts- -Science-Lettres , Isis Berlinck Renault, formada pelo Instiruto de Belas Artes do Rio de Janeiro, é Diretora da  Academia Brasileira de Belas Artes, Membro da « So- ciété Académique D´Education et D´Encouragement de France » Comendadora Grande Mestre da Assiociação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, Membro do Con- selho Deliberativo da Sociedade Brasileira de Belas Ar- tes, Membro da Academia de Letras e Artes de Paranapuã ; da Academia de Artes e Letras de Valparaiso/Chile ; da Federação Brasileira dos Acadêmicos de Ciências, Letras e Artes ; da Associação Internacional de Escritores e Ar- tistas ; da Divine Academia de Artes, Letras e Cultura / Paris Possui, em seu currículo, exposições e premiações no Brasil e no exterior. Internacionalmente expôs na Itá- lia, Africa do Sul, Portugal, Emirados Árabes, Alemanha, França, com destaque entre outros espaços culturais, no Museu do Louvre, Argentina, Uruguay, Austria, Suiça e Estados Unidos.

IZABELLE VALLADARES



Izabelle Valladares, nascida em 13 de maio de 1975, é autora de diversos livros e escreve de for- ma simples, com ênfase no regionalismo e forte tendência à realidade de finais infelizes. Gosta que seus textos sejam borbulhantes para a nossa inteligência e estimulante ao espírito. Autora dos romances: “A cúpula das vaidades”, “O regresso de Atlântida”, “Ecstasy”, “A colecionadora de espíritos”, do livro de humor “Quem disse que só fazemos amor? Volumes 1 e 2”. É, também, autora dos seguintes livros infantis: “Heitor Flexter, o meni- no herói”; “A Viagem Mágica de Bia e Dora”; “A Viagem da Chuva”, “Crônicas de Tartan”, além de participar e organizar dezenas de Antologias. É presidente da Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas.


JÔ MENDONÇA ALCOFORADO


Jo Mendonça Alcoforado, é uma escritora versátil que passeia na literatura brasileira com poesias, contos, romances, crônicas. Psicóloga e Terapeuta Comunitária, ela coordena o Projetos Intercâmbio Cultural entre o Estado da Paraíba, o Brasil e outros países, bem como o Projeto Qualidade de Vida na Universidade Federal do Estado da Paraiba. É colunista do Jornal Sem Fronteiras/RJ Ela utiliza outros dons em atividades culturais e acadêmicas, como poeta, cantora, compositora, atriz e artista plástica. Apresenta a cultura re- gional com o teatro de bonecos, contando histórias e utilizando suas artes em várias expressões. É autora de quatro livros, um deles publicado em Paris e co-autora em mais de 65 Antologias em várias línguas. Organizadora de Antologias de brasileiros, em português, francês, inglês e espanhol para a sua difusão através do Projeto de Intercâmbio Cultural, no Brasil e no exterior, em vários países.


MÁGDA REGADAS RESENDE


Magda Regadas Resende, é graduada em Fonoaudiologia, pela Faculdade Metodista Izabela Hendrix, pós-graduada em Audiologia Clínica, pelo Instituto de Estudos Avança- dos da Audição de São Paulo.  É casada, mãe de dois filhos - seu maior tesouro.  Se você lhe perguntar  - Desde quando você escreve? Ela vai lhe responder sem pensar duas vezes: - Eu escrevo desde sempre. Então, qual a diferença da escritora de antes e a de agora?  O acesso ao mundo interior. Em 2013, ela sai do seu teclado e se mostra para o mundo exterior, abrindo as 304 páginas de sua primeira obra de ficção. o livro “Princesinha”.

MARCELO FONTES


Marcelo Fontes é artista plástico, escritor, ator e coorde- nador de turismo na cidade do Rio de Janeiro. Formado em Hotelaria e Turismo, participou de algumas mostras e exposições individuais de arte. Em 1982 trabalhou num complexo hoteleiro como professor de artes plásticas, onde conheceu a técnica francesa Serti, pintura sobre a seda. Expressa até hoje suas aquarelas como designer de superfície, confeccionando biombos, luminárias e obje- tos de decoração. O acrílico surge como complemento em sua pintura.


MARIA DO SOCORRO CAVALCANTI



Maria do Socorro Cavalcanti, mossoroense de coração, escritora e poeta. Ela é vice-presidente da Academia de Le- tras e Artes do Ceará  (ALACE) Atualmente ocupa a Pre- sidência dessa Academia, em substituição ao presidente. É presidente de honra da Academia Feminina de Letras e Artes Mossoroense – AFLAM, sócia efetiva da Academia Feminina de Letras do Ceará – AFELCE e da Academia de Letras Juvenal Galeno -ALJUG; é sócia correspondente da  Academia de Letras de Goiás e da Academia Apodiense de Letras. É autora de 6 livros e recebeu os seguintes troféus: Drummond de Andrade; Cecília Meireles e Diamonds of Art and Education Austrian 2013, da Sociedade Européia de Belas Artes, Viena/Áustria.  Ela é editora chefe dos periódicos AFLAM em Revista e Mulheres e Letras. Recebeu Mérito Cultural da AFELCE, ALACE e da Academia dos Municípios do Estado do Ceará; Amiga da UBT/CE; ela é idealizadora e coordenadora dos Sites das Academias: ALACE e AFLAM. Recebeu Honra ao Mérito da Delega- cia Cultural de Minas Gerais e Delegada Cultural do Esta- do do Ceará.


MARIA INEZ


Maria Inez Silva Queiroz nasceu em Pedreiras/MA, é gradu- ada em Letras português/francês e Literaturas, é especialista em Didática Universitária e Gestão Pública, possui vários li- vros e textos publicados em jornais e revistas. Atualmente é pesquisadora pelo CNPQ e servidora pública da Assembléia Legislativa do Maranhão. Recebeu título de honra ao mérito como melhor aluna do curso de Letras, é professora de Reda- ção Oficial e reside em São Luís/MA

MARISA REZENDE


Marisa Rezende nasceu em 21/10/68, em Alegre, interior do Espírito Santo; cresceu em Saquarema e hoje reside em Araruama. Escritora. É professora de Língua Portuguesa, Literatura e Informática e Designer Gráfico. Atua na FAETEC e na SEE. Pós-Graduada em Língua Portuguesa pela UFF e em Redes Locais pela Estácio de Sá. Membro da Academia de Letras de Vitória/ES e da Academia de Letras de Buenos Aires/Argentina.

NEIDE BAPTISTA



Neide Baptista é formada em Ciências Sociais, e mestre em sociologia. Animadora cultural, e depois professora universitária, ela descobre a paixão pelos romances em 2007, quando começa a escrever uma série de histórias. Seu primeiro livro será lançado pela Literarte no Brasil e pela Mágico de Oz em Lisboa  Neide é associada a Literarte

RITA VELOSA


Rita Bernadete Sampaio Velosa é ativista cultural, poeta, jornalista e escritora. Reside em Araraquara/SP, é delega- da da UBT, delegada Cultural  da ALPAS XXI/RS, Delegada do Clube de Escritores de Piracicaba/SP, Consul de Poetas Del Mundo/SP, membro da Literarte, é Acadêmica Correspondente das Academias de Cachoeiro do Itapemi- rim/ES, Itajubá e Varginha/MG e da ALG/Goias. Sócia do Movimento VIRARTE/RS, idealizadora, promotora e organizadora do “Prêmio Buriti” e sua respectiva Antologia de âmbito nacional. Participou em mais de 100 Antologias, publicadas na França, Inglaterra ,Portugal e Brasil. É autora de 06  livros e, desde os treze anos de idade, tem publica- ções  em jornais e revistas. No Brasil, recebeu os prêmios literários “Missões”, “Carlos Drummond de Andrade”, “Literarte” e “Cecília Meireles”; e o “Algarve” em Portugal

ROBERTO FERRARI



Roberto Ferrari é Engenheiro, analista de sistemas, adminis- trador de empresas, poeta, escritor e comunicador. Sempre gostou de escrever, desde a juventude. É autor dos seguintes livros: “Sublime Amor”, “Ventos da Paixão”, “Identidade Assassina” e “Fundamental como o Amor”. É membro da Academia de Letras do Brasil/Suíça, 2013, da Academia de Letras de Buenos Aires, 2013; da Divine Académie Françai- se des Arts Lettres et Culture, Paris/France, 2013 e, membro Conselheiro da ABRASCI, 2010. É Doutor Honoris Causa em Literatura pela FAMET de Belo Horizonte, 2013.

ROGERIO ARAUJO (ROFA) 


Rogério Araújo (Rofa) é escritor, jornalista, palestran- te, professor, cronista, contista e poeta, especialista em Leitura e Produção Textual. É bacharel em Educação - teologia cristã. É autor do livro “Mídia, bênção ou maldição?” (Quártica Premium/Litteris Editora), lança- do na XV Bienal Internacional do Livro no RJ (2011). Recebeu o Prêmio Interarte; o melhor documentário religioso, pela Academia de Letras de Goiás, no Salão Internacional do Livro e Imprensa de Genebra, Suíça (2012), na Expo América, em Nova York, EUA (2012) e na Feira de Frankfurt, Alemanha (2013). É comenda- dor de diversas academias; acadêmico efetivo, honorá- rio e correspondente de diversas academias de letras no Brasil (RJ, ES, GO e MG) e no exterior (Itália, Chile, Argentina, Suíça e Portugal).


ROSELI HÜBLER




Roseli Hübler é advogada.. Ao estruturar seus roman- ces e aventuras, a autora quebrou o paradigma da forma convencional ao inserir, entre alguns capítulos, o que chamou de “reflexão”, expandindo seu papel de nar- radora e tornando-se uma amiga que conosco pondera sobre temas tão relevantes. Ela é autora dos livros “Andarilhos do Tempo”,  “Amores em Conflito”, “O Peso do Silêncio” e “Fronteiras da Vida”.


SAMUEL PIMENTA





Samuel Pimenta nasceu em 26 de Fevereiro de 1990, em Alcanhões - Santarém. Diplomado em Ciências da Comuni- cação pela Universidade Nova de Lisboa/Portugal, começou a escrever aos 10 anos de idade. Em 2012, recebeu o Prémio “Jovens Criadores”, em Literatura, promovido pelo Gover- no de Portugal; e, com o poema “O relógio”, ele recebeu o Prêmio do Clube Português de Artes e Ideias. Em 2013, foi homenageado no VI Encontro de Escritores Moçambicanos na Diáspora, na Fundação José Saramago, pelo trabalho que vem desenvolvendo  em prol da Literatura e da Cultura Lusófona,  e foi nomeado Sócio Honorário do Círculo de Es- critores Moçambicanos na Diáspora. Atualmente, é cronista do site de informação “Rede Regional”, da “Revista ID-Iden- tidade” e dinamiza tertúlias literárias e é também Conselheiro da Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas, em Portugal.



SANDRA  FERRARI







Sandra Ferrari Radich nasceu na cidade do Rio de Janeiro e, atualmente mora na cidade de Americana/SP. Formou-se em Magistério na Instituição Sarah Kubitscheck, em Campo Grande/RJ, em 1980, diplomou-se em Letras Português/ Literatura na UNIMEP (Piracicaba/SP), em 2007 e especia- lizou-se em Ênfase na Formação do Leitor, em 2010. Fez o curso “Corpo, Respiração e Palavra: Em Busca da Presen- ça para Contar Histórias”, no Centro de Tradição Oral, em Paço do Baobá/SP, em 2013. Professora, Escritora e Poeta, ela tem alguns de seus textos publicados em Antologias.

SÃO PASSOS


Maria Conceição dos Santos Mestre Passos Mealha nas- ceu na cidade da Beira em Moçambique, em 1949. Em terras africanas iniciou a sua carreira artística, primeiro no campo da escultura e depois na cerâmica. Suas obras cativam, até mesmo os mais indiferentes, pela sua poli- cromia, variando a técnica entre o naif e o abstrato, sem deixar de se notar as suas raízes africanas. Ela é citada como referência, dentre outros nomes das artes plásticas contemporâneas, na Edição de 1995, “Aspectos das Ar- tes Plásticas em Portugal” e, em 1998, no livro “Arte 98” –  ambos da autoria de Fernando Infante do Carmo.  Em 10 de março de 2012, ela foi nomeada “Embaixadora da Paz”, pela Federação Internacional da Paz..

SÉRGIO BORSOI



Sérgio Ribeiro Borsoi Júnior,  nasceu no Rio de Janeiro. Aos 17 anos teve seu primeiro contato com a literatura e não parou mais. Participou de diversas Antologias, é mem- bro da Academia de Letras e Artes de Fortaleza/CE, da Academia de Letras e Artes de Buenos Aires/Argentina e da Academia de Letras de Goiás Velho/GO. Ele é escritor e músico.


THEREZA THEODORA



Thereza Theodora é Professora de Letras Português/Literatu- ra, artista plástica e escritora.  Nasceu às margens do Ribeirão Vermelho, entre o verde e as montanhas, na região hoje conhe- cida como Parque Estadual do Desengano, no município de Santa Maria Madalena, Estado do Rio de Janeiro. Auto didata, aprendeu o manuseio das fibras, pigmentos, corantes e algu- mas colas vegetais, no coração da floresta onde nasceu e viveu sua infância e adolescência. Desde pequena se apaixonou pela obra do Grande Arquiteto do Universo. Ela fez do seu habitat a escola e das mãos do criador o ensinamento. Ela participa de exposições no Brasil e em vários países, como Itália, França, Alemanha, Argentina e EUA, possuindo um vasto currículo de prêmios e condecorações.




Share on Google Plus

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br