Conhecendo Jericoacoara - Ceará






Que o Ceará é um dos Estados mais bonitos do Brasil, todo mundo já está cansado de saber.
Com refúgios maravilhosos, águas quentes e natureza pra lá de Privilegiada, um lugar onde se pode ir mais de dez vezes que sempre terá uma surpresa guardada para qualquer lugar onde o seu nariz apontar.
Conhecer Jericoacoara foi um desses desafios nesta última viagem, uma Vila que hoje é Patrimônio Federal Protegido e tornou-se Parque Nacional.
O mais difícil é chegar lá, talvez por isso, o local seja tão bem preservado, mas quando estamos em Fortaleza, recebemos mil informações sobre como fazer o transfer e ficamos meio confusos sobre como chegar pois fica há cerca de 300 kms de Fortaleza, e uma parte , cerca de 30 kms de estradas de terra e areia, onde somente carros com tração podem chegar, e nem pense em se aventurar, pois tudo em Jeri é complicado, então o melhor a fazer é chegar até a cidade de Jijoca e pegar uma das centenas de Caminhonetes e jardineiras que fazem o trajeto até a Vila.


Estávamos com um Palio alugado  e decidimos nos aventurar até Jijoca e lá veríamos o que iríamos fazer.

Pois bem, a opção foi a mais econômica, pois os transfers estavam cobrando cerca de 150 reais por pessoa, estávamos em 5, gastamos 100 reais de gasolina + 20 de estacionamento (2 diarias)  + 200 de transporte dos 5 com todas as bagagens de Jijoca até  Jeri, então, gastamos 320 reais para ir e voltar, e gastaríamos R$1.500.00 reais se fossemos na outra opção oferecida pelos hotéis.
A Estrada não é muito boa, é preciso muita atenção com os buracos.Depois de viajar cerca de 4 horas, chegamos moídos, mas, apesar disso, valeu muito á pena.


Sabe aquela música do Roberto Carlos...Além do horizonte deve ter algum lugar bonito pra viver em paz, onde eu possa contemplar a natureza... enfim, o Rei deve ter ido em Jeri, pois o lugar é lindo.
No início assusta um pouco, pois internet é coisa rara, e com o sinal péssimo, então você já é obrigado  a se desligar, não há pavimentação em nenhuma das ruas e a cidade não tem iluminação pública, pois querem preservar a Luz da Lua e das Estrelas, então quando chegamos já temos um impacto e não imaginamos como alguém pode gostar de viver ali, mas, aos poucos vamos nos acostumando com a falta de pressa das pessoas, com a falta de comunicação virtual e começamos até a gostar e a  nos sentirmos integrados com toda aquela natureza, você se sente até meio Hippie.



Os Sotaques por lá são de toda parte do mundo, como em outros balneários famosos no Brasil, em Jericoacora os Italianos e Argentinos dominam a maior parte do comércio local, mas , há moradores e turistas de todos os lados. Na cidade só andam Buggies e Caminhonetes, não tem bancos nem mesmo caixas eletrônicos, mas a maioria dos estabelecimentos aceita cartão, nos correios há um Banco Postal onde pode ser sacado dinheiro do banco do Brasil, mas tem um porém... alguém precisa pagar alguma conta, para poder ter dinheiro no banco... entenderam? deixa eu desenhar, o banco não tem dinheiro, ele precisa esperar fazer caixa, então fica uma fila na porta dos correios, de pessoas esperando entrar alguém para pagar alguma coisa para poder fazer algum saque, é uma coisa muito louca de se entender, outra coisa importante é ficar atento ao clima, se for para jeri com chuva vai ficar confinado, e o lugar pelo menos no verão , tem muitas moscas, o que gera um certo incomodo, como não deve ter uma coleta de lixo adequada e a maioria dos turistas come peixe, já viu né? Mas quando a noite cai, todo encanto de Jericoacora se mostra, com barzinhos simpáticos, a maioria sem piso como as ruas, com drinks sofisticados, comida com bom preço, as ruas principais que tem o nome de Rua Principal e Rua do Forró, onde se estendem diversas lojas de Souvenirs e muita roupa sofisticada também.



 O contato com a natureza é extremamente intenso e faz você esquecer o resto mundo - nada de trânsito, horários ou complicações. Tudo é muito simples e amplo, dando uma sensação de liberdade indescritível.

O nascer da lua ou o pôr do sol???
Por se localizar no extremo norte do estado do Ceará, Jericoacoara tem o mar tanto à leste como a oeste, sendo portanto um dos poucos lugares do Brasil onde é possível ver o nascer e o pôr do sol no mar, o mesmo ocorrendo com o nascer e o pôr da lua.
Para ver o pôr-do-sol, o local mais procurado é uma duna gigantesca localizada do lado oeste da vila, conhecida como Duna do pôr-do-sol. Já é tradição em Jericoacoara, acontecer uma roda de Capoeira na praia, todos os dias após o pôr-do-sol.

Pedra Furada: é o ícone de Jericoacoara. Está localizado na região rochosa de Jericoacoara chamada de Serrote (quase 2km de extensão). Constitui-se de uma enorme formação rochosa em forma de arco, esculpida pela ação das ondas do mar. Durante o período que se estende de 15 de julho a 15 de agosto, o sol, ao se pôr, encaixa-se no buraco da pedra. Na maré baixa o acesso ao local é um passeio pela praia (cerca de 30 minutos). No percurso até ela, belíssimas paisagens de praias, grutas, "poço da princesa", pedras de formatos de tartaruga e jacaré, além de muita "estória".



Tem muita pedra bonita de cores diferentes nesse caminho. Super interessante. 

Ficamos na Pousada Hippopotamus e não gostamos de nada, limpeza péssima, café da manhã simples demais, só a piscina prestava , mais nada.
E não era barata, pagamos 200 reais a diária.





Na foto abaixo tem uma árvore bem famosa, a Árvore da Preguiça, que caiu há cerca de 20 anos atrás e por conta do vento, não levantou mais, e não morreu, foi crescendo deitada, bem bonita.




Tivemos a sorte de ficar até terça, foi quando fomos em um forró excelente chamado Maloca, gente o Lugar é enorme , super bem-frequentado, a música começa as 22:00 e todo mundo vai pra lá na segunda a noite, foi muito bom gravar naquele lugar. 

Comemos um Peixe bom e barato no Bigode Restaurante na Rua do Forró pagamos 100 reais, em um misto de frutos do mar com lagosta, camarão e peixe que serviu nosso grupo e sobrou, ainda vinha acompanhado de feijão, arroz, salada, batata frita e o atendimento muito bom, só as moscas típicas de todos os lugares que passamos que atrapalharam para o restaurante ser perfeito.


Outro lugar que você não pode deixar de ir durante o dia é na Lagoa do paraíso, é realmente um paraíso, fica em Jijoca, mas todos os passeios de Jeri incluem a lagoa. 


Há muitas opções por lá de passeios, nós pagamos 200 reais em uma hilux que andou com nosso grupo o dia todo, levando em um dia em todos os principais pontos de visitação. 

Muitas empresas alugam Triciclos  para passeios sozinho ou em grupo, em média custa 400 reais e podem ir duas pessoas ou até 3 em  um grandão.
Nas Dunas tem muitos jegues, que vivem soltos por lá, não é legal se aproximar muito para não atrapalhar a vida dos bichinhos, então contente-se em tirar fotos de longe e em curtir a paisagem. 



Enfim, em breve poderá ver o Programa Vamos que Vamos por aí em Jericoacoara no Youtube, e ver as imagens lindas desse lugar encantador que no início assusta depois dá vontade de voltar. 

Beijinhos! 

Share on Google Plus

0 comentários:

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br