Visitando Caminha - Região do Rio Minho - Portugal

Visitar a Bucólica Caminha, foi um dos presentes de turismo que o ano me reservou.
Uma pequena Vila que pertence ao Distrito de Viana do Castelo, reafirmou minha paixão pelo Norte de Portugal.


Pequena no tamanho, tem cerca de 2500 moradores e a impressão que temos quando caminhamos por suas ruas é que o tempo a manteve intacta e que todos ali se conhecem.
Tive a sorte de ter como guia um cidadão que conhecia tudo, o Escritor Diamantino Bártolo, que além de percorrer as vielas com ares medievais, me explicava a cada passo um pouco de sua história.

Preparem os Casacos pois a temperatura por ali é baixa e isso é um convite para saborear um bom vinho verde, tradicional nesta região.


Tive a oportunidade de participar de um jantar de comemoração do lançamento do Livro do Escritor Diamantino, onde além da animação tópica da Família Tradicional Portuguesa, pude conhecer mais ainda da gastronomia da região, onde serviram bacalhau com natas ( Meu prato preferido), Mexilhões e as saborosas Pataniscas de Bacalhau, e o arroz com Lampreia, um prato muito sofisticado de sabor forte e diferente do peixe típico desta região.



Eu e o Escritor Diamantino.


Caminha fica tão pertinho da Galizia que vemos a Espanha do outro lado do Rio Minho que banha a cidade.
Fiquei Hospedada no Hotel Wine and Design, bem localizado, em frente a Praça Principal, onde além de diversos bares apresentam a gastronomia Típica da Região norte, aliás, come -se muito bem por ali, além do tradicional Bacalhau que encontramos em todo canto do país, ali em especial, há as charmosas e apetitosas Francesinhas para quem deseja um lanche rápido, além de Costeletas de Porco e do Arroz com Lampreia



Francesinha



Costeletas


Ao que parece Caminha é rota para quem faz o Caminho de Santiago, pois vi muitos peregrinos caminhando por suas ruas.


A Torre do Relógio




Um dos pontos altos do Calendário de Turismo em Caminha é a Festa Medieval apresentada em Julho, infelizmente não pude conhecer pessoalmente, mas quero um dia voltar nessa época. 










Bem pertinho tem a Vila da Ancora onde tive a oportunidade de Tirar boas fotos e a pequena cidade de Valença, outra charmosa Vila próxima a Caminha. 

Valença do Minho é uma histórica povoação do Norte de Portugal, sede de município, localizada bem na fronteira com Espanha, por ela separada pelo bonito Rio Minho, e bem rodeada de muralhas no alto de uma colina, ostentando o seu longo cariz defensivo. 
Valença foi de extrema importância no decorrer da Idade Média, no alto do Monte com uma vista privilegiada sobre a linha de fronteira, inúmeras vezes assediada pelo vizinho Espanhol, sendo igualmente local de passagem dos “Caminhos de Santiago”, que numa barca que partia do Cais de Valença, passavam o Rio Minho. 

A cidade de Valência é dominada pela fortaleza de duas torres e muralha dupla, dos séculos XVII e XVIII, ao estilo do engenheiro e arquitecto militar francês Vauban, existindo ainda vestígios das muralhas anteriores. Na Fortaleza funciona hoje em dia uma das mais conceituadas Pousadas de Portugal: a pousada de São Teotónio. 


Esse cantinho de Portugal é muito especial para se visitar uma vez só, pacato e bem cuidado, Caminha é uma Vila para se voltar todo ano, seja no verão... seja no inverno, sempre teremos a sensação de que um pouquinho do nosso coração, bate por lá. 






Com minha companheira de aventura, a escritora Georgina Caçador



Share on Google Plus

2 comentários:

  1. Bom demais da conta ver essas fotos e participar das sua aventuras, mesmo que de longe. Ano que vem estarei com vocês nessas peripécias tomando vinho verde e assistindo aos espetáculos da Festa Medieval. Cultura na veia. Parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
  2. Que bom compartilhar com a gente caso retorna a Portugal a cidade de Mafra linda e simples.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar em meu Blog, sua visita é uma honra, caso deseje fazer alguma solicitação pode usar meu e-mail valladares@grupoliterarte.com.br